Coisas Judaicas

O presidente do Knesset (Parlamento israelense), Yuli Edelstein, discursou no Parlamento russo 33 anos depois de ter sido preso pelas autoridades do país por lecionar hebraico. “Mesmo em meus melhores momentos, nunca imaginei estar aqui nesta condição, de orador. 

E isso para mim tem dupla importância, pois  além da condição pessoal, a de representar a nação judaica, há 33 anos eu estava preso neste país por ensinar o idioma hebraico, a língua de Abraão, o fundador da religião judaica. E hoje estou aqui como orador, representante do Knesset, falando a mesma língua que motivou a minha prisão. Só posso dizer: Shalom Aleichem! (que a paz esteja com você!). 

Este é o estado em que o milagre do renascimento do meu povo, das cinzas do exílio e do Holocausto, aconteceu; onde o meu povo fez o deserto florescer, e pôde conviver com próspera liberdade nacional; onde o hebraico, nossa língua sagrada, foi reconhecida, depois de estar adormecida por 2.000 anos”. 

Edelstein incentivou os legisladores russos a criarem “uma atmosfera de respeito mútuo entre os diferentes países” e disse que Israel está empenhado a “criar uma aliança global contra o terrorismo”. Ele também aproveitou a oportunidade para visitar a sinagoga de Moscou, onde havia estado preso.

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião