EI reivindicou a responsabilidade para o ataque com uma faca e uma arma ontem à noite perto da cidade velha de Jerusalém que matou uma policial da fronteira israelense
Coisas Judaicas

Jerusalém, 17 jun (EFE). -o estado islâmico (EI) reivindicou a responsabilidade para o ataque com uma faca e uma arma ontem à noite perto da cidade velha de Jerusalém que matou uma policial da fronteira israelense.
É a primeira vez que o grupo terrorista é atribuído um ataque em território controlado por Israel, disse a organização de inteligência dos através de seu Site e de suas redes sociais.
Os EUA chamavam os atacantes "soldados do califado" e disse que "não será a última", através de uma declaração da Agência de notícias Amaq lançado logo após o ataque que matou três dos atacantes baleado pela polícia israelense.
O ataque foi interpretado como parte da onda de violência que afetam a região desde outubro de 2015, no quais 259 palestinos. --mais de dois terços deles para perpetrar ataques ou alegados ataques..--e 43 israelenses e outras quatro pessoas de várias nacionalidades como vítimas desses ataques e que morreram.
O movimento islâmico,  Hamas, que controla a faixa de Gaza, tinha descrito os assaltantes como membros de sua organização e disse que o ataque foi parte de uma Intifada (rebelião) contra a ocupação israelense.
A frente Popular para a libertação da Palestina (FPLP) também rejeitou a alegação do EI e argumentou que um dos assaltantes palestinos pertencia a sua organização, de acordo com o israelense Haaretz diária.


Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião