Noruega condena glorificação do terrorismo pela AP
Noruega exige que AP devolva fundos doados para centro feminino que recebeu nome de terrorista.
A Noruega condenou a glorificação do terrorismo pela Autoridade Palestina e advertiu que não admite estar associada a instituições que tratem terroristas dessa forma. “A glorificação de ataques terroristas é completamente inaceitável, e deploramos esta prática nos termos mais fortes possíveis”, afirmou o chanceler norueguês Borge Brende. 

Ele refere-se à ajuda financeira que a Noruega deu para um fundo das Nações Unidas de apoio a um centro feminino palestino na Cisjordânia, que leva o nome de Dalal Mughrabi, uma terrorista que participou, em 1978, do sequestro de um ônibus em Israel matando 38 civis, entre eles 13 crianças, e ferindo mais de 70. Brende disse que a Noruega não tinha conhecimento da decisão de dar ao centro o nome dela. 

O país exigiu que seu logo seja removido do centro e que os fundos doados para sua construção sejam devolvidos. "Não aceitaremos que nossa ajuda financeira seja usada para tais fins”, advertiu. Ele disse ainda que a Noruega “não fará nenhum novo acordo com a Autoridade Palestina, até que sejam adotadas medidas satisfatórias que garantam o fim de tais práticas”. 

Leia mais em:

Norway demands PA return funds for women’s center named after terrorist (Times of Israel)

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião