Muçulmano reza com judia em memorial às vítimas de Manchester

A cidade de Manchester está de luto depois dos atentados terroristas no final do concerto de Ariana Grande que tirou a vida a 22 pessoas e feriu outras 59. 

As homenagens às vítimas começaram logo no dia seguinte e um dos momentos mais marcantes dos tributos está a emocionar o Reino Unido. 

Reneé Rachel Black, uma mulher judia com cerca de 90 anos, era uma das pessoas presente na vigília em Albert Square, no centro da cidade. Visivelmente emocionada, a idosa prestava homenagem aos mortos e feridos do ataque, quando Sadiq Patel, um muçulmano, a confortou, passando a rezar com ela. 

A imprensa internacional não ficou indiferente às imagens considerando o momento como símbolo dos ‘valores democráticos’ que nenhum atentado terrorista conseguirá derrotar.  Milhares de pessoas, de diferentes religiões e credos, têm-se juntado para passar uma mensagem contrária àquela que o terrorismo - a da esperança e coragem. 
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião