Bernie Sanders defende Israel na TV

Bernie Sanders defendeu Israel em entrevista na TV  Aal Jazeera


Em uma aparição num programa da Al Jazeera, Bernie Sanders defendeu o direito de existência de Israel, rejeitou o BDS como uma tática e atacou as Nações Unidas por destacar o país para suas condenações. A entrevista do senador de Vermont à rede do Qatar, conhecida por sua cobertura muitas vezes hipercrítica de Israel, foi consistente com um estilo que os americanos conheceram no ano passado durante sua candidatura presidencial do Partido Democrata: Sanders não modifica sua mensagem para seu público. 

Sanders, apesar de sua derrota nas primárias de Hillary Clinton, continua a ser o estandarte da esquerda americana. Sua rejeição robusta ao movimento Boicote, Desinvestimento e Sanções é evidência de que uma rejeição permanece entre oficiais eleitos na esquerda americana contra expressões mais radicais de críticas de Israel que ganharam força no exterior. 

A entrevistadora, Dena Takruri, desafiou Sanders por ter se juntado a todos os outros senadores dos EUA, no mês passado, ao assinar uma carta ao secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, instando-o a remediar a "agenda anti-Israel" do organismo. Takruri perguntou por que Sanders estava "efetivamente tentando proteger [Israel] da crítica". 

Sanders interrompeu: "Não, não, não, não, não, eu não aceito isso", dizendo "há muitos problemas com Israel" e eu continuaria a "criticar muito do que Israel faz. Por outro lado, ver Israel atacado repetidamente por violações de direitos humanos, quando você tem países como Arábia Saudita ou Síria, Arábia Saudita - eu não tenho certeza se uma mulher pode até mesmo dirigir um carro hoje ", disse Sanders. 

Perguntado por Takruri se ele "respeita" os BDS como um movimento de protesto não-violento legítimo, disse: "Não, eu não." O senador sugeriu em sua resposta que a tática era contraproducente como meio de levar as partes às negociações de paz.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião