Polícia de Israel diz ter detido seis israelenses

Polícia de Israel diz ter detido seis israelenses por 'agressões terroristas' contra árabes.

Presos são suspeitos de agredir muçulmanos casados com judias.

JERUSALÉM — A polícia de Israel anunciou a prisão de seis israelenses, entre eles dois soldados, acusados de “atos terroristas e racistas” em Beer Sheva, no Sul do país. Os detidos são suspeitos de terem utilizado facas, bastões e barras de ferro para atacar árabes e veículos pertencentes a árabes, informou a agência AFP.
Os suspeitos atuaram com “motivos nacionalistas e racistas com o objetivo de impedir que mulheres judias mantenham relações com os árabes”, informou a polícia em comunicado.
De acordo com as investigações, os suspeitos foram influenciados por um vídeo de inspiração racista difundido pelo movimento de extrema-direita Lehava, que diz querer “salvar as mulheres judias casadas com árabes”.
Em agosto de 2014, militantes do Lehava fizeram um protesto durante um casamento entre um muçulmano e uma judia, nos arredores de Tel Aviv, com gritos racistas, como “morte aos árabes”. Ben-Zion Gopstein, líder do grupo, também cria campanhas contra os cristãos.

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião