,

Latest News

loading...

03/04/2017

Legisladora ucraniana e heroína de guerra ofende judeus

Legisladora ucraniana e heroína de guerra ofende judeus
Nadiya Savchenko

Uma ucraniana legisladora e heroína de guerra usou uma palavra geralmente traduzida como "kikes" ao queixar-se de que os judeus exercem poder excessivo em seu país.

Nadiya Savchenko, piloto de caças que foi eleita para o parlamento, em 2014, enquanto ainda estava detida como prisioneira da Rússia, fez as declarações durante uma entrevista televisiva para a estação 112 e insistiu que elas não eram indicativas de viés antissemita.

Savchenko foi convidada a abordar as críticas de que em uma entrevista à televisão, no início deste mês, ela não condenou as declarações antissemitas de uma pessoa com quem ela parecia concordar.

Durante a entrevista ao 112, que foi dada em ucraniano, Savchenko disse: "Eu não tenho nada contra os judeus. Eu não gosto de "kikes". Mais tarde, ela disse que os judeus possuem "80% do poder quando apenas representam 2% da população".

Ao expressar neutralidade aos judeus, ela usou a palavra "evreiv", que falantes de ucraniano e russo entendem como uma designação neutra. Mas mais tarde ela usou o termo "zhidiv", que em russo é um pejorativo para judeus, semelhante ao "kike" em inglês.

Alguns ucranianos afirmam que a palavra "zhid" é a designação padrão para um judeu em sua língua, embora os líderes da comunidade judaica ucraniana insistem que é ofensivo para os judeus em ambas as línguas.

Na mesma entrevista, Savchenko citou o fato de que o primeiro-ministro da Ucrânia, Volodymyr Groysman, é judeu e afirmou que o presidente do país, Petro Poroshenko, também tem raízes judaicas junto com Yulia Tymoshenko, ex-primeira-ministra e líder da Revolução Laranja.

Google+ Followers

Seguidores

ormal Real Time Web Analytics