Israel fecha passagem na fronteira com Egito
A Península do Sinai é um popular destino turístico para os israelenses, especialmente durante as férias de Páscoa. Mas Israel pede há anos aos seus cidadãos para evitarem a área devido à atividade extremista islâmica.

Ministro diz ter informações sobre possível ataque terrorista contra turistas no Sinai.

Israel fechou a sua passagem de fronteira com o Egito, depois de uma advertência de sua agência contraterrorismo sobre um iminente ataque insurgente na área. Em um comunicado, o ministro de Inteligência israelense, Yisrael Katz, disse que tinha informações sobre um possível “ataque terrorista” contra turistas na Península do Sinai. A passagem está aberta para aqueles que desejam retornar do Egito.
Israel fecha passagem na fronteira com Egito

Familiar de uma vítima no interior da igreja bombardeada em TantaApós atentados, Egito declara estado de emergência por três meses.

Um parente de uma das vítimas grita de tristeza do lado de fora da igreja copta da cidade de Tanta, depois da explosãoEstado Islâmico reivindica autoria de explosões em igrejas do Egito
Visão geral do templo copta da cidade de Tanta, no Delta do Nilo, onde ocorreu umas das explosõesSaiba o que é a Igreja Copta, alvo de ataques a bomba no Egito.
Israel fecha passagem na fronteira com Egito

Dois ataques contra igrejas coptas egípcias durante as celebrações cristãs do Domingo de Ramos mataram mais de 40 pessoas, levando o governo a declarar estado de emergência por três meses. Logo após os atentados, Israel orientou seus cidadãos no Sinai a voltarem para casa.

Nesta segunda-feira, cristãos do Egito choraram e demonstraram indignação enquanto retiravam os corpos de familiares e amigos mortos nas duas explosões de bombas nas igrejas, expressando revolta contra um Estado que não acreditam mais que irá protegê-los de ataques.




Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião