20/03/2017

Os Zabinskis salvaram mais de 300 judeus


Os Zabinskis salvaram mais de 300 judeus

A atriz de Hollywood Jessica Chastain e a diretora do seu novo filme estão celebrando a força e a ternura das mulheres.

Chastain e a diretora Niki Caro, além de outros atores, estiveram em Varsóvia para uma exibição de gala do filme The Zookeeper's Wife.

O filme conta a história da vida real do ex-diretor do zoológico de Varsóvia, Jan Zabinski, e de sua esposa, Antonina, que juntos salvaram mais de 300 judeus, escondendo-os em sua casa e no jardim zoológico e em jaulas de animais, durante a Segunda Guerra Mundial.

Filmado em Praga, na República Tcheca, o filme estreia nos cinemas em 31 de março. Ele é baseado em um livro de 2007 da escritora americana Diane Ackerman, que revelou a emocionante história ao mundo.
Chastain, que interpreta Antonina Zabinska, disse em entrevista coletiva que ela se sentiu "tão inspirada" pela história de bondade humana por ser "o que precisamos tanto em nossos dias".
Os Zabinskis salvaram mais de 300 judeus
Ela disse que era emocionante interpretar Antonina, inicialmente insegura de si mesma, "é deixada sozinha em casa e assumiu toda essa responsabilidade por cuidar de todas essas pessoas e para protegê-las, ela cresce por si só". Até o final do filme, ela fica igual a seu marido.

A parte mais agradável, entretanto, foi trabalhar com os animais, Chastain disse, recordando um "jogo pequeno de maçãs" que fez com uma elefanta fêmea.
"Eu escondia as maçãs em volta do conjunto e ela, com o tronco, vinha e tentava encontrar as maçãs em mim", disse Chastain. "Essa era a melhor parte, jogar com os animais."

Os Zabinskis salvaram mais de 300 judeus
Teresa Zabinska, filha de Jan e Antonina, disse na exibição de gala que estava feliz em ver a coragem de seus pais honrada desta maneira, especialmente sua mãe, que carregou o peso do esforço humanista.

Caro disse que o filme acabou sendo muito contemporâneo, com uma mensagem importante para todos.

Os Zabinskis fizeram a "coisa certa", arriscando suas próprias vidas e as de seus dois filhos, para "levantar-se, agindo da mais alta visão de nós mesmos", disse a diretora.

Ela disse que gostaria de ver mais heróis femininos que sejam genuinamente femininos e complexos, ao invés de “personagens com corpos sexy".

Ambas as mulheres participaram de uma marcha para marcar o Dia Internacional da Mulher em Varsóvia. Os atores Daniel Bruhl e Johan Heldenbergh, que também protagonizam o filme, se juntaram a elas.
No começo do dia, a equipe do filme visitou a Villa dos Zabinskis.

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião