O Alfaiate Polonês": a eletrizante saga de uma família separada pela guerra
O Alfaiate Polonês"O Alfaiate Polonês":  a eletrizante saga de uma família separada pela guerra 

O fino acabamento de uma trama intrincada, que mistura drama, suspense e reviravoltas, marca o livro de estreia de Débora Finkielsztejn. O Alfaiate Polonês mistura realidade e ficção ao conduzir o leitor por um Brasil dos imigrantes do século XX, uma terra “sem inverno”, desconhecida e desafiadora para famílias judias que fugiam da perseguição na Europa.

O romance narra a história de Moishe, o patriarca dos Luitermann, que deixa a Polônia nos anos 1930 em busca de trabalho e de melhores condições de vida para sua mulher, Fela, e os cinco filhos. Antes que a família pudesse se reunir, Avraham e Shlomo (os dois filhos mais velhos) são convocados para o serviço militar e suas vidas seguem rumos diferentes.

A busca dos Luitermann

O Alfaiate Polonês retrata a trajetória de uma família apartada pela guerra, a busca pela sobrevivência e as dificuldades de um mundo destroçado por conflitos. O livro trata da busca de identidade em meio aos horrores da guerra e à migração forçada. Nessa jornada rumo à Terra Prometida, a família Luitermann enfrenta uma história de perda, separação e reencontro. Tudo costurado com delicadeza e conhecimento de causa pela autora.

“A busca de Avraham é entender quem é. Sua identidade se divide em peças de um quebra-cabeças interno, que ao serem montadas, criam seu passado, seu presente e novas possibilidades de futuro”, define a publicitária Mila Chaseliov, que coassina o texto de orelha.

Uma história de mil faces

A jornalista Tania Menai acrescenta também na orelha do livro: “A autora ressalta o que conhece bem: a importância da tradição, das raízes, da comunidade e da continuidade. Débora nasceu em uma família que, há três gerações, respira música, pintura e teatro”.

O Alfaiate Polonês é a história dos Luitermann, mas poderia ser de qualquer uma das tantas famílias que, em nome da sobrevivência nos tempos de antissemitismo, viram-se obrigadas a deixar sua terra natal e se restabelecer em um território de proporções geográficas continentais e manifestações culturais desconhecidas.

Débora Finkielsztejn põe o coração na escrita desta história que fala de amor, amizade, resiliência e dor. De perda, separação e reencontro. Dos valores da liberdade, da integridade e das alegrias mais simples e cotidianas da vida em família, ainda mais preciosas quando um mundo inimigo as coloca em xeque.

21/03 – Débora Finkielsztejn participa de “talk show” sobre seu livro, no CIB

Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião