,

Latest News

loading...

20/03/2017

Jardins Bahai em Haifa

Jardins Bahai em Haifa
 Haifa

Beleza, grandeza e um design inspirado combinados com uma jardinagem esmerada, feita durante gerações, criam a atmosfera especial do templo e dos jardins Bahai em Haifa.  Este é o lugar no qual os membros da fé Bahai estabeleceram o seu templo e seu centro mundial, revelando a importância do local para a fé Bahai. 

A fé Bahai tem a sua origem no Irã, onde os seus seguidores se separaram da fé xiita muçulmana existente. O seu fundador, Baha'u'llah foi exilado do seu país natal no final do século XIX, e veio para Akko (Acre) e Haifa, depois de ter sido perseguido nos países muçulmanos vizinhos. Ele se impressionou com a beleza do Monte Carmel e expressou o desejo de "o Bab", o precursor da fé, ser enterrado ali. Cerca de 20 anos depois os ossos do Bab foram sepultados em Haifa, no lugar que depois se desenvolveu no centro para a fé  Bahai.

O templo, com a sua cúpula dourada, paredes de mármore italiano e pilares de granito foi construído em 1953, e se tornou um dos maiores sítios turísticos de Haifa. Sua cúpula, com 40 metros de altura, é coberta por quatorze mil tijolos revestidos de ouro.  O templo tem nove lados, representando as nove maiores religiões do mundo.  Ele é cercado por vários outras construções especiais, incluindo a Casa Universal da Justiça - a sede dos novos membros do alto conselho Bahai - e o prédio que abriga os arquivos da fé Bahai. 
Jardins Bahai em Haifa
Os impressionantes jardins que cercam o templo foram projetados e inspirados pelas doutrinas da fé Bahai.  Eles tiveram sucesso na sua adaptação e na criação de harmonia com os declives adjacentes do Monte Carmel.  Os jardins se expandem por 19 terraços, o mais alto contém os Jardins Persas, com sua topiaria (poda ornamental) esculpida em estrelas de oito pontas.  Degraus de pedra nos levam para baixo, até os maravilhosos Jardins Suspensos.  

Os jardins são projetados em nove círculos concêntricos como ondas que se estendem saindo do templo em direção ao centro.  Os jardins combinam trabalhos em pedra e metal, além de fontes, arbustos e gramados extensos.  O caminho principal é todo cercado por jardins coloridos e bem cuidados, que se misturam com a flora natural e avivam o panorama da encosta da montanha, enquanto criam uma pequena reserva natural.  O jardim recebeu o nome de "Oitava maravilha do mundo" e a sua beleza oferece aos visitantes uma sensação de calma e encantamento durante o dia, enquanto que luzes especiais convertem o jardim em um lugar silencioso e romântico durante a noite. 

Outros lindos jardins Bahai cercam o túmulo do Baha'u'llah, ao norte de Akko (Acre).  Estes jardins são também chamados de Al Bahaja, e são o lugar mais sagrado para os membros da fé Bahai.  Os lindos e bem cuidados jardins foram construídos na forma de um grande círculo dividido em quatro segmentos com gramas, pomares de frutas cítricas, topiaria (poda ornamental) e flores.  

Jardins Bahai em HaifaEm julho de 2008 o comitê do  Patrimônio Mundial da UNESCO adicionou os templos e jardins Bahai em Haifa e Aco aos onze sítios do patrimônio mundial em Israel. Os túmulos dos fundadores da fé, Baha'u'llah e Bab, representam os primeiros sítios do patrimônio mundial conectados com uma tradição religiosa nascida nos tempos modernos. Os paisagísticos jardins e templos são um sítio de peregrinação anual, não só para os cinco milhões de crentes da fé Bahai, mas também para centenas de milhares de turistas do mundo todo.

Os Jardins do Bahai:

Haifa: Entrada das ruas Shderot Hatzionut, Yafe Nof e Sderot Ben Gurion
Aco: Os Jardins do Al Bahaja
Em frente ao Bustan HaGalil
Telefone (para ambos os sítios): 04-831-3131
Para obter mais informações sobre Haifa: www.tour-haifa.co.il

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

Google+ Followers

Seguidores

ormal Real Time Web Analytics