25/03/2017

Erros que as pessoas cometem

Erros que as pessoas cometem



# Achar que Judaísmo é um religião e não o modo de vida de um povo.

# Colocar seus nomes escritos em hebraico achando que isso os fará passar por judeu

# Declararem em seus perfis que são judeus quando não o são

# Se dizerem "judeus" messiânicos, quando não existe Judaísmo Messiânico, o que são é uma vertente cristã que usa talit e usam de má fé para enganar ainda mais as pessoas que buscam o Judaísmo e caírem em suas armadilhas.

# Se dizer que é judeu quando não o é - isso é falsidade ideológica

# Colocar em seu nome um nome de origem judaica as vezes até mesmo por meio judicial achando que isso os fará judeu - nem sabem que nome civil de um judeu é um coisa e outra é o nome que ele tem junto a comunidade judaica.

# Querer afirmar sua posição, atacando a fé do outro.

# Achar que ser judeu é ser um ser diferente, achando que estes não podem errar ou ter uma vida afastada das práticas judaicas.

# Querer entender o Judaísmo com mentalidade cristã ou de qualquer outra religião - é o mesmo que querer encaixar uma forma quadrada num buraco triangular.

# Achar que as pessoas tem que se converter ao Judaísmo para ter parte no Mundo Vindouro, isso é coisa do Cristianismo, uma pessoa para ter parte no Mundo Vindouro só precisa manter uma vida ética, moral e de justiça social, não precisa pertencer a nenhuma religião, conheço muitos não religiosos que com certeza terão eu quinhão, como conheço muitos líderes religiosos que não terão.

# Achar que os judeus ortodoxo (Judaísmo Ortodoxo) são mais judeus que os demais, não o são e muitas vezes são o pior exemplo de o que é ser judeu e de seguir o Judaísmo.

# Achar que o Judaísmo Ortodoxo é o ramo judaico mais antigo, não o é, só existe Judaísmo ortodoxo como uma frente contra o Judaísmo reformista.

# Quererem aparentar uma vida de santidade quando dirigem grupos que só ofende pessoas, esquecem que existe uma grande diferença entre ofender e esclarecer fatos.

# Achar que atacar a fé dos outros principalmente o Cristianismo e uma forma legítima de conduta. Isso só demonstra desvio de caráter, prepotência, insegurança de sua própria crença.

# Achar que por seu antepassado a cinco séculos foi judeu e por alguma razão (não entrarei no mérito aqui pois não é este o intuito) deixaram o Judaísmo e o povo judeu os torna hoje judeus.

# Achar que Teshuvah (Retorno e ARREPENDIMENTO) é algo cabível aos assim chamados Anussim. Teshuvah é um processo que ocorre quando um judeu é afastado da vida religiosa (judeu secular) deseja voltar a ter uma vida religiosa e em comunidade.

# Achar que a pessoa que passa por uma conversão é inferior a um judeu de nascença.

# Achar que uma Sinagoga tem o dever de abrir suas portas a não judeus ou até mesmo a outros judeus. Uma Sinagoga não é uma igreja, uma Sinagoga um formada por e para SEUS sócios.

# Achar que se conseguir se converter é uma garantia de que poderão ir morar em Israel - tornar-se judeu é depende de um Beit Din (Tribual Rabinico), morar em Israel é algo político.

# Achar que se forem morar em Israel terão uma vida melhor, deveriam estudar melhor Geografia, Economia e Política Israelense.

# Achar que uma Sinagoga tem a obrigatoriedade de ser filiada a uma Federação ou Movimento - esquecem que uma Sinagoga é independente, é feita para seus membros.

# Achar que a CONIB rege as sinagogas, ela é uma organização política e não religiosa.

# Achar que todo judeu é rico, quando a própria Torah diz que sempre haverá o pobre no meio do povo.

# Achar que os "homens de preto" - judeus vestidos de preto, chapéu e barba longa são mais judeus que um judeu que se veste normalmente e nem barba o tem.

# Um não judeu querer ensinar Torah e Halakha para os judeus e mais grave ainda para um rabino.

# Querer dizer como os judeus e as comunidades judaicas devem ser.
... bem acho que já é suficiente. Assim que possamos rever conceitos, que possamos realmente começar a acabar com os erros e levarmos uma vida mais digna.


Charton Baggio 
Shalom!

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

2 comentários:

  1. Amigo Charlton,não pondere seus comentários de quem é Judeu ou é segundo seu entendimento e interpretação.Respeitar e Amar com atitudes e não discurso faz parte do Real Judaísmo, tal como Moshe e Abraão recebiam outros povos e os trazia a conviver em família.

    ResponderExcluir
  2. Boa Noite. Eu queria entender o que é ser judeu estava pesquisando os sobrenomes de origem judia e vi na lista dos sobrenomes o sobrenome de minha avó que e Moraes e o de meu avô que e Santos. Dizem que as pessoas judias não eram puras mas que também eram Alemãs.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião