06/02/2017

Juiz obriga jovens racistas a ler autores negros e a visitar Museu do Holocausto

Juiz obriga jovens racistas a ler autores negros e a visitar Museu do Holocausto
Um juiz dos Estados Unidos resolveu educar, ao invés de simplesmente punir, cinco adolescentes que haviam feito pichações com expressões racistas em uma escola de uma comunidade negra de Ashburn, no estado de Virginia.
Os jovens, entre 16 e 17 anos, receberam como sentença visitar o Museu Memorial do Holocausto dos Estados Unidos, em Washington; ler livros de autores negros, judeus e afegãos; e, ainda, escrever um trabalho escolar sobre o discurso de ódio.
A intenção foi mostrar aos meninos, que não tinham passagens anteriores pela polícia, o significado das suas ações e os malefícios da disseminação do discurso de ódio.

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião