Egito reabre passagem de Rafah com Gaza Egito reabre passagem de Rafah com Gaza durante quatro dias Cerca de 20.000 palestinos, entre eles estudantes, casos humanitários ou em situação de reunificação familiar, atravessarão o cruzamento.

As autoridades do Egito reabriram neste sábado (28), e durante os próximos três dias, a passagem de Rafah com Gaza, a única porta ao exterior do enclave litorâneo palestino sob bloqueio que não passa por Israel.

Cerca de 20.000 palestinos, entre eles estudantes, casos humanitários ou em situação de reunificação familiar, atravessarão o cruzamento, segundo estimou em comunicado o Ministério do Interior do movimento islamita Hamas.
A última vez que essa passagem tinha sido reaberta foi no último dia 17 de dezembro.

O chefe do movimento islamita Hamas em Gaza, Ismail Haniyeh, anunciou ontem à imprensa que Rafah seria reaberta hoje após uma rodada de conversas que realizou no Egito nos últimos dias com responsáveis de segurança do país vizinho.

O Egito mantém fechada a fronteira com Gaza desde o golpe de Estado que em 2013 derrubou o então presidente egípcio, o islamita Mohammed Mursi, e só a abre de forma esporádica para permitir geralmente a passagem de doentes, estudantes, comerciantes e palestinos que retornam à faixa territorial palestina para ver familiares.
Segundo a agência palestina "Maan", em 2015, a passagem esteve fechada durante 344 dias, apesar de em 2016 ter sido aberta mais frequentemente.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião