livro-2

“Não é por acaso que as quatro letras do Tetragrama Yud, Hei Vav Hei, estão ligadas aos quatro mundos.

Quanto ao surgimento dos mundos, a Cabalá explica que, no infinito, a Luz estava compartilhando e o Recipiente somente recebendo. O Recipiente sentiu-se inferior à Luz e quis também compartilhar, mas a Luz não podia receber, pois sua essência é somente compartilhar.


Nesse momento o Recipiente decidiu rejeitar totalmente a Luz, e assim nasceu o conceito cabalístico do Tzimtzum – contração ou rejeição total da Luz. O Recipiente percebeu então que sem a Luz não conseguiria existir, pois precisava dela para viver. Então ele voltou à Luz, pedindo-a de volta, mas com uma condição: a Luz podia entrar no Recipiente de acordo com o pedido dele, e não segundo a vontade da Luz. Este foi o aparecimento do conceito conhecido como Tzimtzum B – a segunda contração.
Na ordem geral do aparecimento dos mundos depois da segunda contração, temos primeiro o mundo da Emanação, Atzilut, ligado à letra Yud; depois vem o Mundo da Criação, Briá, ligado à primeira letra Hei; em seguida o mundo da Formação, Yetzirá, ligado à letra Vav; e por último o mundo da Ação, Assiá, associado à segunda letra Hei. A energia infinita desceu pelos mundos até encontrar o Mundo da Ação, que é igual à sefirá Malchut, o Recipiente.
Quando queremos apenas receber a Luz, imediatamente, sem o desejo de compartilhar, ela entra mas depois recua, porque não está sendo compartilhada. E quando a compartilhamos, não compartilhamos a Luz Infinita, porque o que entra em nossa consciência é outro tipo de Luz, a Luz de compartilhar do Recipiente. É o desejo de compartilhar que gera a Luz, não o compartilhar original da Luz Infinita.
A consciência criativa ainda não chegou ao final de sua jornada, mas está se aproximando. E isso acontecerá em nossa geração, que é considerada a última!”
Trechos do livro Árvore da Vida, do Rabino Joseph Saltoun, que pode ser adquirido em nossa Loja Virtual: http://www.josephsaltoun.com.br/…/…/livros/arvore-da-vida-2/

Detalhes do produto

A editora do Instituto Meron lança  a segunda edição do bem sucedido Árvore da Vida, onde somos convidados a empreender uma jornada surpreendente por conceitos fundamentais da Cabala, e a entender a missão do homem no processo de criação do Universo.
O Rabino Joseph Saltoun fala sobre vários temas nas quatro partes: Ciência e Cabala (a Criação do mundo; Consciência e Imortalidade), A Última Geração (nossa geração, presente no Dilúvio, em Atlântida e na torre de Babel; a Escravidão no Egito; Anjos caídos) A Vida na Árvore da Vida (o Tetragrama; o Corpo humano e o Magen David, o Tikun); Meditações (com nosso nome, com dois dos 72 Nomes Sagrados, Ana Becoach).
Escrito originalmente em português, para brasileiros que tenham ou não conhecimento prévio sobre Cabala.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião