19/12/2016

Polícia israelense prende Beny Steinmetz por suspeita de suborno em Guiné

Polícia israelense prende Beny Steinmetz por suspeita de suborno em GuinéSegundo o porta-voz da polícia, Micky Rosenfeld, Steinmetz, que também é acusado de lavagem de dinheiro, foi detido por duas semanas. 

A prisão é resultado de uma investigação conjunta com os Estados Unidos, Suíça e Guiné. Steinmetz mora em Genebra e sua empresa, a BSG Resources, é uma importante figura da indústria mundial de diamantes. 

Ele fundou uma joint venture com a Vale para explorar a reserva de Simandou no país, mas teve sua concessão revogada em 2014 pelo governo local após denúncias de corrupção. 

Fonte: Associated Press.

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião