loading...

08/12/2016

A Aliyá



A AliyáPrecisa de uma carona?
Quando a Torá é lida publicamente na sinagoga (no Shabat, nas manhãs de segunda e quinta-feira, feriados e dias de jejum), os congregantes são chamados para uma aliyá. Originalmente, a pessoa convocada (o olê) lia uma seção da leitura, uma das porções. Porém como muitos não têm o treinamento nececssário para entoar a leitura, há um “ledor” designado que lê a seção em voz alta, enquanto o olê acompanha baixinho (ou escuta).
Aliyá significa “subida”, referindo-se não exatamente a subir à plataforma da mesa de leitura, mas também a uma elevação espiritual. Nossos Sábios explicam que D'us fala constantemente as palavras da Torá; quando o olê sobe à Torá, D'us fala através dele.
Aliyá significa subida… A elevação espiritual do olê.
Quando:
Tente conseguir uma aliyá nessas ocasiões: a) No Shabat anterior ao seu casamento. b) Durante ou após seu bar mitsvá. c) Durante ou antes do dia de seu aniversário judaico, o yahrtzeit de um pai (aniversário de falecimento), e a circuncisão de um filho.
Como:
O gabai anuncia em hebraico: “Levanta, fulano filho de sicrano!” Se houver um Cohen presente, ele é honrado com a primeira aliyá, e um Levita recita a segunda aliyá. Em muitas sinagogas o olê usa um talit.
De pé à direita do leitor, que apontará o início e o final da leitura. Toque-os com a ponta de seu talit (ou a faixa da Torá) e beije-o. Feche a Torá, segure as duas alças e recite a primeira bênção.
Segure a alça da Torá enquanto o leitor lê sua seção. Se possível, acompanhe as palavras hebraicas dentro do Rolo de Torá e leia junto em silêncio.
Quando terminar a leitura, beije o final e o início com seu talit, feche a Torá e recite a segunda bênção.
Clique aqui para ver o texto das bênçãos.
Após sua aliyá, fique de pé à direita da mesa de leitura até depois da aliyá seguinte.
Nota: Não tem prática? Não se preocupe. O gabai o guiará através do processo!

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião