Origem e significados dos sobrenomes asquenazitas

Por Roberto Leon Ponczek*

Os Judeus asquenazitas estavam entre os últimos europeus a usarem sobrenomes. Alguns judeus de língua alemã começaram a usar sobrenomes no começo do século XVII, mas a maioria dos judeus que vivia na Europa Oriental não usava sobrenomes até serem compelidos a fazê-lo. O processo começou a se acelerar no Império Austro- Húngaro por ordens do Imperador Franz Josef, no final do séc. XVIII e se consumou na Leste europeu em meados do séc XIX. Antes desse período, os sobrenomes usados pelos judeus asquenazitas em geral mudavam com cada geração. Por exemplo, se Ari(el), filho de David (Ari ben David ) casou-se com Sarah filha de Rebeca (Sara bat Rifke), e se tivessem um filho de nome de Samuel (Shmuel),  ele seria chamado Shmuel ben Ari(el). Apesar de terem sido forçados a usar sobrenomes, a princípio eles eram usados apenas para fins oficiais. Entre si, eles mantiveram seus nomes tradicionais. Com o tempo, os judeus asquenazitas aceitaram os sobrenomes, que eram essenciais para aqueles que procuravam prosperar dentro da sociedade secular, como também para os que abandonaram as shtetles para viver nas grandes cidades, fenômenos estes atribuídos ao Iluminismo Francês e ao Iluminismo judaico (Haskalá).  
A velha fórmula judaica (nome) ben (nome do pai) foi substituída por pelo sufixo “filho”que em alemão seria   “son”, “Sohn” ou “er”,  e  na maioria das línguas eslavas, como a polonesa ou russa, seria “wich”, “vitz”ou “vitch”. Por exemplo: o filho de Mendel tomou o sobrenome Mendelsohn, o filho de Abraão tornou-se Abramsohn ou Avramovitch;  Rabinovitz – filho de rabino, Davidovitz / Davidovitch; filho de David; Lazarowitz, filho de Lazar; Leibovitz -  filho de Leib etc.
Outra fonte comum de sobrenomes asquenazitas é a de cidades ou regiões onde habitavam. Por exemplo, Bayer – da Baviera; Deutscher – Alemão, Horowitz, Hurwich, Gurevitch – a partir de Horovice na Boêmia; Krakauer – de Cracóvia, ou Warszawski – de Varsóvia ou Polanski da Polônia; Landau; Lipsky – de Leipzig, na Alemanha, Litwak – da Lituânia; Berlin / Berliner – de Berlim; Wiener - de Viena; Moszkowski  - de Moscou.
Nomes a partir de lugares montanhosos são também utilizados:  Berger, Berg - montanha, Grünberg – montanha verde; Rosenberg;  – montanha de rosas; Steinberg  – monte de pedra; Goldberg – monte de ouro; Schwarzberg – monte negro; Vainberg / Weinberg - monte de vinhais; Bergson – filho de montanhês; Weissberg – monte branco; Wilder - da selva, selvagem; Muito comum, também, são os sobrenomes derivados das profissões: Ackerman – lavrador; Baker./.Boker – padeiro; Blecher – funileiro; Fleisher./.Fleishman /.Metzger – açougueiro; Cuperman – latoeiro/lanterneiro;  Einstein – pedreiro; Farber (de farb, tinta) – pintor / tintureiro; Fisher – pescador; Steiner – joalheiro; Wasserman – carregador de água/ encanador, Garfinkel / Garfunkel – comerciante de diamantes; Holzman / Holtz / Waldman – negociante de madeira; Kaufman / Kauffman – comerciante; Salzman – comerciante de sal; Juwiller – joalheiro; Perelman – comerciante de pérolas; Seid / Seidman – comerciante de seda; Zuckerman – comerciante de açúcar, Kravitz / Portnoy / Schneider - alfaiate, Zimerman – camareiro; Schumacher – sapateiro; Fischman – pescador; Maler / Mahler - pintor; Glaser / Glazer / Glaizer, vidraceiro; Heuberg / Heuberger  - monte de feno ou aquele que trabalha no feno; Exman / Oxman – boiadeiro; Nussman – vendedor de nozes e castanhas etc.
É comum entre todos os povos tomar sobrenomes do reino animal. Baer / Berman / Beerman / Berkowitz / Beronson – urso; Adler – águia; Einhorn – unicórnio; Falk / Sokol / Sokolovksy – falcão ; Fuchs / Fuks / Liss – raposa, Loeb / Löwe / Lew – leão;  Wolf, Wolfovitz, Wolfsohn – Lobo; Hirsch – cervo, gazela; Vogel – pássaro  etc.
Os nomes de árvores eram também comuns: Rosenbaum – roseira, Applebaum – macieira, Mandelbaum – amendoeira, Grünbaum – árvore verde; Birnbaum – pereira; Kirschbaum – cerejeira; Nussbaum – nogueira; Baumgartner – árvore de jardim etc. Como também os nomes de cores: Roth – vermelho; Blau – azul, Weiss – branco, Schwarz – negro; Gelb – amarelo; Grün – verde. Também os nomes de frutas e seus derivados: Kirsch – cereja, Weintraub – vinho de uva; Mandel – amêndoa; Mandelbrot – pão de amêndoas. Como também os nomes de metais e pedras preciosas: Gold – ouro; Kupfer – cobre; Silber – prata; Eisenstein / Eisenberg  – pedra ou monte de ferro; Rubin – rubí; Saphir – safira; Diamant – diamante; Feinstein / Edelstein - pedra preciosa, Saltzstein / Zaltstajn- pedra de sal.
Entretanto, algumas famílias mantiveram sobrenomes tradicionais bíblícos e do Talmud. Os dois mais comuns são Cohen (equivalentes; Cohn, Kohn, Kahan, Kahn, Kaplan) e também Levi (equivalentes; Levy, Levini, Levinsky, Levitan, Levenson, Levitt, Lewin, Lewinsky, Lewinson (sohn). Outros adotaram ainda: Araão; Aaron – Aronson, Aronoff; Aronovitz, Asher; Benjamin; David – Davis, Davies; Efraim, Ephraim; Simon - Simão; Solomon – Salomão; Josef – José;  Baruch – Bento, Bendito  etc
Famílias mais abastadas podiam comprar, nos registros civis, sobrenomes com belas sonoridades ou remetendo a coisas agradáveis: Blum / Blumen - flor, Goldblum - flor de ouro; Rosenblum – flor de rosa;  Blumenfeld– campo de flores, Wald – bosque; Feld / Feldman – homem do campo; Löewenhertz – coração de leão; Landman - compatriota ; Süssekind / Süskind – criança doce; Sheinberg/ Shönberg; belo monte.
Finalizo com alguns sobrenomes que aparentemente não se enquadram nas regras anteriores, como os nomes que reúnem atributos: Rechtman - homem belo / direito; Grossman - homem grande; Klein – pequeno; Gottesmann/ Gottesman - homem de Deus; Gottlieb - que ama Deus; Feinman - homem fino; Freund- amigo; Spitz - pontiagudo; Kurtz – curto; Ponczek, o sobrenome da família de meu pai é, literalmente em polonês, o doce que chamamos de sonho no Brasil, ou seja, uma rosquinha recheada de geléia por dentro. Em inglês, donut e em hebraico sufganiá que é oferecido na festa de Chanuká.
*Nota do autor: se seu sobrenome não constar desta lista e você souber seu significado, mande um email para: roberto.ponczek@gmail.com
Referencias:
2-http://m.pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/1525027/jewish/Sobrenomes-Judaicos.htm
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

8 comments:

  1. Muito interessante. É quanto a terminação "ovsky" é uma variação do vitch, witz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Favor enviar email para roberto.ponczek@gmail.com

      Gratos

      Excluir
    2. Vitch, witz, vitz se refere a filho de. Enquanto ovsky, avsky, ovski, se refere a lugar. P. E. Warzsawski significa " de Varsóvia" (Warszawa); Moszkowski " de Moscou" (Moszkwa)

      Excluir
    3. Vitch, witz, vitz se refere a filho de. Enquanto ovsky, avsky, ovski, se refere a lugar. P. E. Warzsawski significa " de Varsóvia" (Warszawa); Moszkowski " de Moscou" (Moszkwa)

      Excluir
  2. Maravilhoso!!!!
    Mas pediria fazer algo semelhante com os nomes sephradi. Sou descendente de judeus ibéricos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelo comentário. Procure aqui n Blog sobrenomes e achará.
      Boa sorte

      Excluir
    2. Estamos trabalhando acerca dos sobrenomes sefarditas.

      Excluir
  3. Sem dúvida muito interessante? Fica uma pergunta: por que a grande maioria dos sobrenomes citados têm origem alemã ?

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião