Roger Waters fica sem receber 4 milhões por se declarar anti IsraelRoger Waters, vocalista da  banda Pink Floyd, perdeu 4 milhões em patrocínios como consequência das suas afirmações anti Israel. A American Express, que iria patrocinar a sua próxima digressão - a maior e mais cara do grupo até à data- retirou os patrocínios com receio de ser associada às afirmações de Waters.

O vocalista dos Pink Floyd, Roger Waters, está quase a começar a digressão mais cara que alguma vez fez. A par disso, está também a ser alvo de alguma pressão por parte dos seus patrocinadores, em relação à sua visão sobre Israel. 

Fontes próximas do cantor afirmaram que a American Express, um dos seus maiores patrocinadores, se recusou a pagar 4 milhões de dólares pela digressão do grupo no Norte da América. 

Waters deixou muita gente indignada em Nova Iorque ao apoiar o boicote de Israel sobre a questão dos direitos dos palestinianos. Chocou as pessoas em Oldchella, desencadeando uma série de imagens brutais de segmentação de Donald Trump, e vários slogans acusando-o de ser "arrogante, racista e sexista". Inclusive motivou várias pessoas a apoiar o movimento BDS (boicote, desinvestimento e sanções contra Israel), chegando até a afirmar "Eu apelo ao Governo de Israel para acabar com a ocupação". 

Roger Waters fica sem receber 4 milhões por se declarar anti Israel
Mario Anzuoni - Reuters 

A Amex foi o seu último patrocinador, nestes ultimos meses, pelo tão conhecido Oldchella, o "Desert Trip festival", onde Waters  atuou com Rolling Stones, Paul McCartney, Bob Dylan e Neil Young.

Roger Waters fica sem receber 4 milhões por se declarar anti Israel
Mario Anzuoni - Reuters 

Uma fonte da Amex afirmou: "O Roger está com um grande espetáculo pela frente. A American Express foi convidada a patrocinar a sua digressão em 4 milhões de dólares, mas desistiu porque não queria ser apoiante passiva da sua retórica anti Israel". 

Outro porta-voz contou que a Amex trabalhou com Waters no Desert Trip, mas nunca demonstrou interesse em patrocinar a digressão seguinte de Waters. "Quando nos fizeram a proposta de patrocínio nós decidimos não fazer uma oferta", acrescentou. 

Desde esta decisão que Waters tem trabalhado com a empresa Citi.

A Amex trabalha com artistas como Ariana Grande, Beyoncé e Kanye West, sendo que considera importante haver um equilíbrio entre os artistas que os membros da Amex gostam e que esses cumpram os orçamentos que lhes foram alocados. 

Nenhum representante de Waters respondeu a esta polémica mas o músico já tinha vindo a público fazer algumas alegações "Eu tenho sido acusado de ser nazi e antissemita durantes os últimos 10 anos. A minha indústria tem sido particularmente receosa quando chega a hora de levantar uma voz (contra Israel). Já falei com muita gente desta industria sobre isto mas eles estão assustados. Se dizem alguma coisa em público sobre este assunto, deixam de ter carreira. Serão destruídos."
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião