Resultado de imagem para banhoPergunta:

“Eu suo muito e sofro quando não tomo banho. Posso tomar banho no Shabat? Se sim, há problema em secar os cabelos?".

Resposta:

É terminantemente proibido tomar banho com água quente no Shabat, tendo sido esta água aquecida durante o Shabat. Essa proibição Derabanan (dos Sábios) baseia-se no fato de ter havido pessoas no passado que acabaram aquecendo água no Shabat – transgredindo as proibições de acender e passar fogo, bem como de cozinhar – pela enorme vontade de tomar banho quente no Shabat. Com água previamente aquecida, os Sábios permitiram lavar partes específicas do corpo separadamente, com a condição de que não se venha a lavar o corpo todo no fim das contas.
Banhos com água fria (abaixo de 36° C) são totalmente permitidos para os sefaradim; para os ashkenazim, foi permitido apenas no caso de uma pessoa que sua muito a ponto de ser um incômodo. Neste caso, é permitido usar sabonete líquido para lavar todo o corpo. Em todos os casos permitidos, é unanimidade que não se pode torcer os cabelos com as mãos para secá-los; é permitido enxugá-los com um toalha, colocando-a com enorme delicadeza sobre os cabelos molhados, sem pressioná-la sobre os mesmos.
Fonte:Kolel Rio
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

5 comments:

  1. Pra que a torah, se temos algo inspirado pelo ser humano nao é?

    ResponderExcluir
  2. Deus deu o sábado para o descanso mas, o homem com as suas imperfeições colocaram tantas leis que o sábado se tornou uma tortura para vive-lo,... cadê o descanso ? Essas leis mais cansão do que descansa,... tem sentido isso ? Sábado com tantas leis é um descanso ? Realmente, não vejo sentido...Para mim, só a torá ...

    ResponderExcluir
  3. Mulher divorciada tem q andar com a cabeça coberta?
    Ela pode casar se novamente, já que não FPI ela quem adulterou?

    ResponderExcluir
  4. Mulher divorciada ha mais de dez anos, pode casar se novamente ha luz do judaísmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode sim, mas seria bom convearsar com o rabino da sua sinagoga

      Excluir

Deixe sua opinião