Pastores evangélicos brasileiros fazem protesto em Tel Aviv contra voto do Brasil na Unesco em desfavor de Israel

Exibindo IMG-20161022-WA0004.jpgDentre os pastores que faziam o protesto estava o apóstolo Philomeno Romero, que comanda uma rede de igrejas em diversos estados brasileiros ligadas ao Ministério O Brasil é de Jesus. Segundo Philomeno, ao chegarem a Israel este ano foram surpreendidos com a resolução que nega a conexão do povo judeu com os lugares sagrados de Jerusalém. “Estamos indignados com essa decisão que representa uma afronta ao povo cristão do Brasil e exigimos que o Brasil mude seu voto”, disse.




Exibindo IMG-20161022-WA0008.jpgUm grupo de pastores evangélicos e turistas cristãos do Brasil fizeram uma manifestação em Israel na quinta-feira (20/10) em frente à Embaixada do Brasil no país, em Tel Aviv, em protesto contra o voto do Brasil em uma resolução submetida pelos palestinos na Unesco (Agência da ONU para a Educação, Ciência e Cultura) que declara o Monte do Templo e o Muro das Lamentações da cidade de Jerusalém, como locais unicamente sagrados aos árabes e muçulmanos.

Dos 58 membros da UNESCO, 24 votaram a favor, entre eles o Brasil, 26 se abstiveram e somente 6 votaram contra, a Estônia, Alemanha, Lituânia, Holanda, Reino Unido e Irlanda do Norte e os Estados Unidos. Essa é a segunda vez este ano que o Brasil, por meio de sua representante permanente na Unesco, Eliana Zugaib, vota em desfavor de Israel na Unesco.


Protesto

Exibindo IMG-20161022-WA0006.jpgExibindo IMG-20161022-WA0005.jpgO grupo de pastores evangélicos faz parte das caravanas que tradicionalmente vão a Israel todos os anos para comemorar a festa judaica de Sucot em Jerusalém, conhecida também como “A Festa das Cabanas” ou “Festa dos Tabernáculos” no meio cristão. 

Eles carregavam faixas e cartazes no idioma português e inglês criticando a decisão. Um dos cartazes perguntava se a Unesco estaria fazendo um Recall da Bíblia.


Fonte: Kelita Rejane/TPS Brasil
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião