Coisas Judaicas : Comunidade judaica paulista repudia posição do PSOL sobre Shimon Peres
[ ]
Latest News Updates
Comunidade judaica paulista repudia posição do PSOL sobre Shimon Peres
14/10/16 Posted by Coisas Judaicas

Comunidade judaica paulista repudia posição do PSOL sobre Shimon Peres



A Federação Israelita do Estado de São Paulo irmana-se à e Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro em sua nota de repúdio ao texto escrito pela corrente CST do partido político PSOL intitulada: "Shimon Peres- Morreu o genocida Prêmio Nobel da Paz"
 
Sem entrar no caráter partidário em meio a um processo eleitoral, é inadmissível que um texto com tantas inverdades seja publicado querendo transmitir ao grande público uma história fantasiosa e que alimenta o ódio que tanto tentamos não importar para nossa sociedade.
 
Esta corrente extremista do partido tem, entre seus expoentes, o ex-deputado João Batista de Oliveira Araújo, mais conhecido como Babá, que queimou uma bandeira de Israel em 2009 em manifestação no Rio de Janeiro. 
 
O deputado federal Jean Wyllis (PSOL-RJ) postou em sua página do Facebook um texto onde defende o legado do ex-presidente de Israel e diz que a nota do CST não o representa. Esperamos mais manifestações da direção do partido.
 
Da mesma maneira que a Confederação Israelita do Brasil fez, nós da Federação de São Paulo apoiamos integralmente a iniciativa da FIERJ e exigimos que o PSOL desautorize oficialmente o texto

Leia a nota da Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro
 
Não ficaremos calados nem impassíveis
 
A FIERJ, representante máxima da comunidade judaica do Estado do Rio de Janeiro, expressa aqui sua profunda revolta com o texto "Shimon Peres - Morreu o genocida prêmio Nobel da Paz", publicado dia 09/10 no site da CST, um dos grupos que compõem o PSOL (http://bit.ly/2dMySTS).
 
Poucas vezes se viu em um texto tão curto uma quantidade tão grande de mentiras e ódio. A bile que pinga de suas linhas é comparável apenas à das publicações nazistas dos anos 1930.
 
Engana-se quem diz que ele reflete somente as posições desta corrente do PSOL, visto que as mesmas mentiras e o mesmo ódio ao Estado Judeu estão presentes em diversos textos publicados no próprio site oficial do partido.
 
Seus autores e aqueles que os apoiam e os toleram odeiam Israel não pelo que fez, faz ou deixa de fazer, mas sim pelo que é: um estado judeu, soberano, democrático, pluralista e forte o suficiente para defender-se de seus inimigos.
 
Para eles, a solução para o conflito entre israelenses e palestinos não é um acordo de paz, como defendido até seus últimos dias pelo falecido líder Shimon Peres. É a pura e simples eliminação de Israel.
 
Não ficaremos calados nem impassíveis diante deste tipo de agressão a um país amigo do Brasil. Exigimos que a Direção Nacional do PSOL, assim como o candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Marcelo Freixo, desautorizem publica e oficialmente este texto e o retirem-no do ar imediatamente.
 
Nós, judeus do Rio de Janeiro, somos poucos e temos opiniões divergentes em diversos temas. Mas sabemos nos unir quando somos violentamente atacados, seja por ações ou palavras. Utilizaremos todos os meios ao nosso alcance para demonstrar nosso repúdio, especialmente nosso voto no próximo dia 30.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics