Coisas Judaicas : Shimon Peres morre aos 93 anos
[ ]
Latest News Updates
Shimon Peres morre aos 93 anos
28/09/16 Posted by Coisas Judaicas

Exibindo Shimon Peres, político israelense. Nono presidente de Israel de 2007 a 2014.jpg

Ramat Gan (TPS) – Ex-presidente, ex-primeiro-ministro, estadista e ganhador do prêmio Nobel da Paz, Shimon Peres morreu aos 93 anos. Ele faleceu durante as primeiras horas da madrugada de 28 de setembro no Centro Médico Sheba, em Ramat Gan, após sofrer um acidente vascular cerebral grave há duas semanas, em 13 de setembro. O estado de saúde de Peres estava melhorando, até que houve uma súbita piora na terça-feira e foi declarado morto às 3:40 da manhã, horário de Israel.

O hospital deve fazer um anúncio oficial às 7 horas, horário local.

Nascido na Polônia em 1923 como Szymon Perski, Peres se mudou para Israel com sua família em 1934 e se tornou uma das figuras mais proeminentes e influentes na história de Israel. Ele foi um dos fundadores do Kibbutz Alumot, ao norte do país, onde ele trabalhou como pastor e agricultor e em 1945 casou-se com Sonya Gelman. Juntos eles tiveram três filhos –Tsvia, Yoni e Chemi. Sonya Peres morreu em 2011 aos 87 anos.

Durante uma carreira política que se estendeu por 73 anos, Peres foi primeiro-ministro, presidente e membro do Knesset por 47 anos consecutivos, o mais longo período que alguém já serviu no parlamento israelense. Ele também publicou pelo menos 11 livros, assim como centenas de artigos em jornais e revistas em Israel e em todo o mundo.

A carreira política de Peres começou em 1941, quando foi eleito secretário do Hanoar Haoved Vehalomed, um grupo de jovens trabalhadores. David Ben Gurion, em seguida, o nomeou para o secretariado do Mapai, que mais tarde se tornou o partido do Trabalho, e em 1946 Peres foi escolhido juntamente com Moshe Dayan como delegado da juventude na delegação do partido para o Congresso Sionista na Basiléia.

Em 1947, Shimon Peres se juntou à Haganah, as forças armadas, que mais tarde se tornaram as Forças de Defesa de Israel (IDF). Tornou-se diretor-geral do Ministério da Defesa em 1953, quando tinha apenas 29 anos de idade. Durante a década de 1950, ele desempenhou um papel importante no desenvolvimento da indústria de defesa de Israel, formando fortes relações pessoais e políticas com as autoridades francesas, que resultaram em muitos anos de ajuda militar, forte cooperação entre os países, e o estabelecimento do centro de pesquisa nuclear de Israel em Dimona.

Peres serviu dois mandatos como primeiro-ministro, de 1984 a 1986 e de 1995 a 1996, após o assassinato do então primeiro-ministro Yitzhak Rabin. Ele foi membro de 12 ministérios, ocupando cargos, incluindo o de ministro da Defesa, ministro das Relações Exteriores e ministro das Finanças.

Peres recebeu o Prêmio Nobel da Paz de 1994 (juntamente com Yitzhak Rabin e Yasser Arafat) por seu papel na Declaração de Princípios de 1993, assinada entre Israel e a Organização para Libertação da Palestina. Dois anos depois, ele fundou o Centro Peres para a Paz, que visa promover a paz por meio da cooperação e interação face-a-face entre judeus e árabes.

Depois de deixar o Partido Trabalhista em 2005 para se juntar ao partido Kadima mais centrista, liderado por Ariel Sharon. Peres foi eleito presidente pelo parlamento israelense em 2007, sucedendo Moshe Katsav.

Peres encerrou sua carreira política em 2014, quando concluiu seu mandato à presidência, mas continuou se envolvendo em atividades públicas, principalmente por meio do Centro Peres para a Paz.

Fonte: TPS / Texto: Michael Bachner / Tradução: Alessandra Franco / Foto: Kobi Richter

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics