Coisas Judaicas : O casamento é construído com bondade
[ ]
Latest News Updates
O casamento é construído com bondade
04/09/16 Posted by Coisas Judaicas

O casamento é  construído com bondade
Por Avrohom Kass

Seja bom para o seu cônjuge. Nem uma só pessoa no mundo inteiro se casaria se pensasse que seu parceiro não o trataria com bondade. A bondade é o solo fértil no qual cresce a afeição. 

Bondade é o alicerce sobre o qual uma família forte e saudável é construída. 

A Torá ensina que o mundo foi construído com bondade, e que a bondade é recompensada neste mundo e no próximo.

Bondade é bondade, seja doando um milhão de dólares a um escola ou abrindo sua porta a um estranho em necessidade. As oportunidades para bondade estão disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, e a recompensa é imediata!
O casamento é uma instituição voluntária; um indivíduo casado deve continuamente escolher ficar com o parceiro. Esta é a realidade dos relacionamentos, concordemos ou não. Quando a bondade é abundante dentro do relacionamento, a opção de ficar junto é fácil. A bondade assegura a paz no lar. Mostrar bondade ao seu cônjuge é fundamental para o casamento. Sem bondade, seu relacionamento vai azedar, D'us não o permita. Felizmente, é fácil ser bom e estão nas coisas mais simples como algumas como essas oportunidades diárias:

Diga “bom dia”.
Pergunte como ele ou ela dormiu.
Prepare algo para ele ou ela comer.
Ajude a encontrar algo que seu cônjuge não sabe onde colocou.
Confira com seu cônjuge para assegurar que ele ou ela tem tudo que precisa para o dia (dinheiro, comida, informação, etc.)
Ligue durante o dia para dar um alô.
Transmita um recado que estava guardado.
Escute e conforte seu cônjuge se ele ou ela está preocupado.
Ajude nas tarefas do lar.
Fale de maneira gentil e respeitosa.
Faça favores.
Passem algum tempo juntos antes de irem dormir.

Há muitas outras maneiras - planejadas ou não planejadas - de comportar-se bondosamente com seu cônjuge e dele ou dela para com você. Quanto mais você fizer, mais próxima e saudável será sua família.

Por outro lado, uma deficiência de bondade é a fonte de conflitos conjugais e a causa da maioria dos divórcios. Comportamento irado, egoísta ou irresponsável, além de crítica, deixam de lado a bondade e levam ao fim do relacionamento. O fato de que o autor dessa hostilidade se sente justificado não faz diferença. Pouco a pouco, a falta de bondade corrói a própria fundação do relacionamento e todos na família sofrem.

Volte no tempo em que vocês estavam apenas namorando, quando seu cônjuge era apenas seu namorado ou namorada, como ele ou ela tratava você? Certamente com bondade. eu sei disso porque se não fosse assim você teria saído do relacionamento, teria terminado imediatamente seu contato, não querendo vê-lo mais.

Você apenas se casou porque acreditava que a bondade demonstrada no período de namoro iria durar para sempre. E para uns poucos afortunados, isso realmente se provou verdadeiro. Infelizmente, para muitas pessoas, a bondade desaparece e o relacionamento se transforma num doloroso conflito. Mas não precisa ser assim. Você pode facilmente ser mais bondoso com seu parceiro ou parceira. Tome a decisão de ser melhor e comece a comportar-se dessa maneira. Ser bom na verdade é bastante simples. O difícil é começar e não parar. Mas se você o fizer, terá um casamento maravilhoso com os benefícios muito maiores que o esforço. Quando você é bom com o seu cônjuge, e ele ou ela com você, os dois terão muitas recompensas. A bondade vai atrair a felicidade.

A bondade é lembrada. Cada ato de bondade para com o seu cônjuge cria um crédito no relacionamento. Esses créditos são economizados como moedas numa conta bancária. Quando você fere os sentimentos do seu parceiro - com ou sem intenção - esses créditos de relacionamento podem ser usados para restabelecer a harmonia. São como advogados mitigando os sentimentos feridos do seu parceiro, os julgamentos negativos, ou pensamentos para retaliar. Quantos mais créditos você tiver, mais fácil é resolver os erros no relacionamento.

Pesquisas mostram que é preciso, em média, cinco interações positivas para eliminar uma negativa. Assim, quanto mais créditos você tiver, mais erros no relacionamento você pode consertar. Por exemplo se você diz “bom dia” diariamente, mas se esquece um dia, ou seu cônjuge não vai notar ou mencionará isso casualmente. Porém, se você nunca diz “bom dia”, seu cônjuge provavelmente vai concluir que você não se importa com ele ou ela.
Jerry e Susan eram meus clientes (detalhes trocados para proteger a privacidade). Depois que Jerry e Susan tinham eliminado sua ira, estavam prontos para trabalhar de maneira positiva no relacionamento. Eu os instruí: “Façam uma lista de comportamentos bondosos que seu parceiro fez no passado, está fazendo atualmente e poderia fazer no futuro, que fariam você se sentir amado e cuidado.”
Quando eles terminaram de fazer a lista, cada um por sua vez discutiu aquilo que tinha escrito. Então eu disse a eles para trocarem as listas. Jerry ficou com a lista de Susan e ela com a de Jerry. Sugeri que separassem dois atos de bondade da lista do parceiro a cada dia e os fizessem. Expliquei que eram presentes, dados sem quaisquer condições. Eles foram para casa. Da próxima vez que vi Jerry e Susan em meu escritório eles estavam brilhando de tão contentes. Não pareciam ser o Jerry e a Susan que eu tinha conhecido seis semanas antes.

“O que aconteceu?” perguntei.

“Simples”, respondeu Susan. “Fiz aquilo que estava na lista do Jerry, e ele fez o que estava na minha.”

A bondade é contagiosa. Ser bom para com o seu cônjuge cria boa vontade e cooperação. Quando você é bondoso, seu parceiro tem muito maior probabilidade de agir com bondade com você. Proximidade emocional, apreciação e amor ficarão mais fortes com cada ato de bondade que você e seu parceiro demonstrarem um ao outro. Você não precisa fazer terapia para aumentar seus atos conjugais de bondade. Você mesmo sabe o que pode fazer para deixar seu cônjuge feliz.

A bondade é essencial para um casamento feliz. Se você não está preparado para ser bondoso com seu cônjuge, está escrevendo para si mesmo uma receita para um relacionamento falido. Não se pode substituir bondade com dinheiro, boa aparência, uma bela casa, ou viagens exóticas. Bondade é uma atitude que se manifesta em todas as situações. Ser “casado” significa comportar-se com bondade - simples assim. Não há substitutos para a bondade.
Há um ditado: “Tudo que vai, volta.” Quando você dá bondade, recebe bondade. A bondade é algo que você não pode desperdiçar - sempre retorna. Aja com bondade e seu casamento tem grande chance de dar certo.
Por Avrohom Kass
Fonte:  Chabad.org

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics