Coisas Judaicas : Estado Islâmico é uma ameaça real ao Brasil nos Jogos Olímpicos
[ ]
Latest News Updates
Estado Islâmico é uma ameaça real ao Brasil nos Jogos Olímpicos
19/07/16 Posted by Coisas Judaicas

Estado Islâmico é uma ameaça real ao Brasil nos Jogos Olímpicos
Daesh - Coisas Judaicas

Estado Islâmico planejou ataques no Brasil, afirma agência francesa.

Brasileiro estaria por trás do planejamento dos ataques que deveriam ocorrer durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro.
A facção terrorista Estado Islâmico, também conhecida por Daesh ou ISIS, responsável pelos recentes atentados no aeroporto de Istambul e de Paris no ano passado, havia planejado novos ataques contra delegação da França durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, informou um novo relatório oficial da agência de inteligência do governo francês nesta quarta-feira (13).

A informação foi anunciada pelo chefe da Direção de Inteligência Militar (DRM), general Christophe Gomart, durante uma audição, em maio, na comissão parlamentar de luta contra o terrorismo, responsável por investigar os atentados de 2015 na França. Na ocasião, os ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico e deixaram 130 pessoas mortas. O episódio é considerado um dos mais sangrentos da história recente do país.

Há indícios de que um brasileiro poderia estar por trás dos ataques, assegurou Gomart em declaração aos parlamentares. Não se sabe se o brasileiro estaria sendo treinado remotamente ou em bases locais do Estado Islâmico no oriente médio. De acordo com a agência ANSA, é provável que ele estivesse fora do Brasil e já tenha sido detido.

Em nota, o jornal francês “Libération” afirmou que o diálogo entre Gomart e os parlamentares não deixam claro a identidade desse suposto brasileiro.
Analistas afirmam que pela grande concentração de turistas no País, os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que ocorre entre 5 a 21 de agosto, podem ser oportunos para atentados terroristas.

SEGURANÇA REFORÇADA
A Abin (Agência de Inteligência brasileira) vem delineando estratégias para reforçar a segurança durante os jogos. Em Junho, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, anunciou que o contingente de soldados da Força Nacional de Segurança terá um reforço de mil homens de São Paulo para a segurança do Rio de Janeiro.

Em abril, a Abin elevou o risco de ataque do Estado Islâmico durante as Olimpíadas ao constatar aumento no número de cidadãos brasileiros que se aliaram ao jihadista Estado Islâmico.

O ministro da Defesa do governo interino de Michel Temer, Raul Jungmann, também admitiu que o Estado Islâmico é uma preocupação para o Brasil, alertando que população não deve ignorar as ameaças.
*Com informações da Agência Ansa

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

1 Comentários:

  1. A União Europeia ao aderir o sistema do politicamente correto e abrir as suas porteiras para receber imigrantes muçulmanos em massa, sem oferecer-lhes infraestrutura adequada, se ferrou. Lutam pelos seus direitos e tentam impor sua cultura religiosa no continente. Agora tem seus próprios terroristas; não precisa importá-los do EI para atuarem em solo europeu. Nenhuma cidade está segura. A qualquer momento... A população muçulmana do Brasil está quietinha (aparentemente); tem contingente empatado com o dos indígenas. Não chega a um milhão de pessoas. Mas pode causar problemas se aderirem à radicalização... Os EUA alertaram já algum tempo, que havia células do Al Qaeda atuando na a Foz do Iguaçu. ABIN parece que não lhes deu atenção. Agora, devem estar convertidos ao Califado... Há uma ONG de um país do Golfo que está repassando recursos para uma comunidade indígena... Meses atrás, a imprensa informou que líderes da religião estão atuando nas periferias de São Paulo. Tais grupos da população passam privações financeiras e consequentemente falta de acesso às necessidades básicas, desde sempre, se tornam alvos fáceis para grupos extremistas dos líderes radicais do islamismo...

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics