Coisas Judaicas : Israel reage após atentados
[ ]
Latest News Updates
Israel reage após atentados
09/06/16 Posted by Coisas Judaicas


Após ataque, Israel suspende entrada de 83 mil palestinos para o Ramadã. Suspensão aconteceu após atentado matar 4 pessoas em Tel Aviv. 

Ramadã, mês sagrado para os muçulmanos,teve início na segunda-feira (6).

Israel anunciou nesta quinta-feira (9) a suspensão das permissões de entrada de 83 mil palestinos durante o Ramadã, após a morte de quatro pessoas em um atentado cometido por dois palestinos em Tel Aviv.

"Todas as permissões concedidas pelo Ramadã, em particular as permissões destinadas às visitas familiares (para os palestinos) procedentes de Judeia-Samaria (Cisjordânia) ficam congeladas (...) 83 mil permissões ficam congeladas", anunciou o Cogat, o orgão de coordenação das atividades israelenses nos territórios palestinos.

Dois palestinos espalharam pânico na quarta-feira à noite em Tel Aviv quando abriram fogo contra clientes de bares e restaurantes de um bairro muito movimentado. Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas.

O ataque foi um dos mais graves cometidos por palestinos contra israelenses desde o início, em outubro do ano passado, de uma onda de violência. Os dois agressores foram detidos.

Hamas

O Hamas, que governa a Faixa de Gaza, afirmou nesta quinta-feira que o ataque de quarta-feira à noite em Tel Aviv significa que "continua a Intifada Al Quds", o nome dado pelo movimento islamita à onda de violência que começou em outubro de 2015.

"Esta operação foi realizada após certo período de calma, no qual alguns pensaram que a Intifada Al Quds tinha sido interrompida devido às detenções e à cooperação de segurança (entre Israel e a Autoridade Nacional Palestina), mas isso demonstra que ela continua", afirmou Mushir Al-Masri, membro destacado do movimento islamita palestino.

Os serviços de segurança de Israel acreditam que os dois autores, da aldeia de Yatta, na Cisjordânia ocupada, agiram sozinhos, como a imensa maioria dos agressores da onda de violência iniciada em outubro e que causou a morte de 212 palestinos, 30 israelenses e três estrangeiros, sem contar os da noite de quarta.

Medidas

O governo israelense também decidiu congelar todos os pedidos de permissão dos habitantes de Gaza, um território separado geograficamente da Cisjordânia ocupada e de Jerusalém pelo território israelense.

Muitos habitantes de Gaza solicitam durante o Ramadã a possibilidade de sair de Gaza, um território submetido a um rígido bloqueio, para rezar na Esplanada das Mesquitas em Jerusalém Oriental.

Estas são as primeiras medidas anunciadas após o atentado cometido na quarta-feira em Tel Aviv por dois palestinos, que abriram fogo contra clientes de bares e restaurantes de um bairro muito movimentado. Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

2 Comentários:

  1. Não sei o que possa ser "Cisjordânia ocupada", para mim e para a maioria das pessoas esclarecidas existe apenas Judeia e Samaria.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics