01/06/2016

Dois adolescentes palestinos são detidos após esfaqueamento de idosas em Jerusalém

Dois adolescentes palestinos são detidos após esfaqueamento de idosas em Jerusalém
A polícia israelense prendeu dois adolescentes, acusados de esfaquear duas idosas na manhã do 'Dia da Lembrança', 10/5. 
O relatório da detenção, ocorrida no dia 19/5, foi liberado para publicação na segunda-feira, 30/5.
As duas mulheres, de 86 e 82 anos, foram esfaqueadas por dois agressores em uma rua em Armon Hanatziv, com vista para Cidade Velha de Jerusalém, na manhã do dia 10/5. Um terceiro, que se acredita estar envolvido no planejamento do ataque, fugiu do local antes do esfaqueamento. As mulheres sofreram ferimentos moderados e foram enviadas para o hospital Shaare Zedek.
Os suspeitos, com 16 e 17 anos, moradores de Jabel Mukaber, confessaram ter falado entre si, em sites de mídia social sobre seus planos para atacar judeus. Nas semanas seguintes ao ataque, os dois agressores discutiram planos, via WhatsApp, para iniciar um novo ataque, à luz do "sucesso" do primeiro.
A investigação revelou que a mãe de um dos suspeitos foi presa há uma semana na Judéia e Samaria por suposta tentativa de esfaqueamento perto do Monte das Oliveiras.
O comandante do Distrito Policial de Jerusalém elogiou o trabalho da polícia e do Shin Bet (Agência de Segurança de Israel):
"A polícia vai continuar a agir com determinação, em nome dos moradores da capital. Usaremos todos os meios necessários e iremos processar todos os que infringem a lei, cada agressor de acordo com a lei", disse em um comunicado.
Fonte: TPS / Texto: Joshua B. Dermer / Tradução: Alessandra Franco / Foto: Hillel Maeir

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião