Coisas Judaicas : Salah Abdeslam o terrorista de Paris é capturado na Bélgica
[ ]
Latest News Updates
Salah Abdeslam o terrorista de Paris é capturado na Bélgica
18/03/16 Posted by Coisas Judaicas


Salah Abdeslam em foto não datada (Foto: Belgian Federal Police via AP)
Salah Abdeslam em foto não datada
(Foto: Belgian Federal Police via AP)
Bélgica captura terrorista ligado a ataques de Paris. Governo belga e polícia francesa confirmaram prisão de Salah Abdeslam. Ele estava em Bruxelas; imprensa diz que ele foi ferido em tiroteio.

Salah Abdeslam, o fugitivo mais procurado pelos ataques de novembro em Paris, foi  capturado pela polícia em uma operação nesta sexta-feira (18) no bairro de Molenbeeck, em Bruxelas. A operação ainda está em andamento e duas explosões foram ouvidas no bairro depois da captura de Abdeslam.

"Pegamos ele", escreveu no Twitter Theo Francken, secretário de Estado da Bélgica para Asilo e Imigração, segundo a Reuters.
Fontes policiais francesas também haviam confirmado a informação à AFP. A agência disse que não conseguiu averiguar até agora se Salah Abdeslam, foragido desde os ataques, foi ferido na ação, como havia noticiado o jornal belga "Derniere Heure".

Um pouco mais cedo, uma fonte policial havia indicado que um homem tinha sido preso, um outro ferido e um terceiro encurralado na localidade de Molenbeek.
      
Mais cedo, procuradores afirmaram ter encontrado as impressões digitais de Abdeslam em um apartamento invadido pela polícia belga na terça-feira (15). No confronto, um argelino morreu e quatro policiais feridos. Duas pessoas conseguiram deixar o local durante a ação policial. As autoridades lançaram, então, uma importante operação na região.

Mohamed Belkaid, de 35 anos, que morreu na ação, seria Samir Bouzid, procurado por ter contribuído na organização do ataque em Paris, de acordo com informações divulgadas pela procuradoria belga, citadas pela Reuters.
Possível organizador da logística

As autoridades acreditam que Abdeslam usou o apartamento como esconderijo após os atentados de novembro em Paris, reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico e que deixaram 130  mortos e centenas de feridos.

Abdeslam nasceu e morava na Bélgica, mas tinha nacionalidade francesa. Os investigadores acreditam que ele foi o motorista de um Clio Renault preto que deixou três homens-bomba perto do Stade de France, em Saint Denis, um dos lugares atacados pelos terroristas.

Dois carros usados nos atentados e dois apartamentos nos quais os terroristas se hospedaram foram alugados em nome de Abdeslam. Abdeslam também foi apontado como o possível organizador da logística dos ataques. Ele chegou a ser parado em uma blitz em Cambrai, no norte da França, a caminho da Bélgica, mas foi liberado. Os homens que estavam com ele foram detidos posteriormente.

Um irmão de Salah também participou da série de atentados: Ibrahim Abdeslam, que morreu ao acionar o cinto com explosivos no bar Comptoir Voltaire. Um terceiro irmão, Mohamed Abdeslam, chegou a ser detido em Bruxelas, mas foi liberado após a comprovação de que ele não mantinha contato com Ibrahim e Salah. Ele pediu publicamente que o irmão foragido se entregasse à polícia.

Ajuda americana

Logo após a notícia da captura do fugitivo, a Casa Branca divulgou que os Estados Unidos ajudaram a França e a Bélgica na operação e que essa ajuda continuará no futuro.

“Os EUA obviamente têm recursos e capacidades significativas, e temos usado isso para ajudar os franceses e os belgas nas investigações sobre o ataque e na manutenção da segurança em seus países”, disse o porta-voz da Casa Branca Josh Earnest.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics