Coisas Judaicas : Porção Semanal de Vayakhel
[ ]
Latest News Updates
Porção Semanal de Vayakhel
04/03/16 Posted by Coisas Judaicas

Porção Semanal de Vayakhel

Pelo Rabino Yehoshua Ellis

Esta Parashá apresenta algumas distinções. Geralmente esta vem acompanhada com a sequencia, a Parashá Pikudei, finalizando o Livro de Shemot.

Em Vayakhel é apresentado a lista de contribuições de Bnei Israel, os filhos de Israel, para a construção do Tabernáculo. É dada especial atenção aqui a extraordinária generosidade das pessoas neste episódio.
O livro de Shemot ilustra apropriamente a transformação de nossa nação. O livro começa com a apresentação de Israel como um grupo de escravos, e termina por descrever Israel como uma nação que merece a construção de uma “casa” para o Todo-Poderoso.
Esta semana também começamos um novo ciclo de leitura da Torá. A leitura semanal da Torá foi constituída pelos rabinos, mas há também alguns fragmentos da Torá, dos quais, a própria Torá, nos obriga a ler. Essas seções formam um ciclo paralelo de leitura, apropriadamente instituído por nossos sábios. Há quatro parasha diferente, lemos em preparação para Purim e Pesachu.
Estas quatro parashiot (Parashá no plural) são: Shekalim, Zachor, Pará e HaChodesh.
Nesta semana leremos a Parasha de Shekalim, esta que nos lembra da obrigação de fornecer “meio-shekel” anual para o Beit Hamikdash. O dinheiro era usado para pagar os sacríficios públicos que seria oferecidos durante aquele ano, bem como durante todos os feriados. Este montante era, habitualmente, recebido antes de Rosh Chodesh Nissan, que é o início do ano para o Beit Hamikdash.
Parashat Zachor nos lembra da necessidade de exterminar o cruel povo de Amalek e apagar sua memória. Lêmos esta Parashá antes de Purim, porque Purim se trata da história de nossa luta contra o sistema genocida dos amalequitas. Haman o perverso era descendente do povo de Amalek.
Parashat Pará descreve o ritual de purificação através da vaca vermelha. Aquele que está Tame (Impuro), deve passar por um ritual de purificação antes de poder entrar no Beit Hamikdash. O maior nível de impureza deriva do contato da pessoa com um corpo morto. A única maneira de se livrar deste status impuro é através de um processo no qual são necessárias as cinzas de uma vaca completamente vermelha. Esta Parashá lemos ao nos preparar para a festa de Passach, quando toda a nação costumava subir para Jerusalém e assim, tinham de estar ritualmente puros para comer o sacrifício da festividade.
Parashat HaChodesh ensina-nos sobre a obrigação de ter duas testemunhas que confirmem o aparecimento da lua nova, decretando assim o início de um novo mês. Foi a primeira mitzvá que foi instruída aos filhos de Israel. Foi transmitida para Moshe e Aharon no primeiro dia do mês de Nissan, juntamente com os mandamentos do sacrifício de Pessach. A lêmos no Shabat mais próximo do início do mês de Nissan – do Rosh Chodesh Nissan.
Agora que entendemos a razão pela qual lemos estas quatro parashiot nesta época. nos perguntamos qual é a sua mensagem comum?
Como mencionado anteriormente, as festividades do Ano Novo do Beit Hamikdash começam no mês de Nissan, o que significa que, se a primeira celebração do ano novo no Templo foi Pessach, a última foi Purim. Purim é uma celebração em que a “mão” de D’us está oculta e Pessach, pelo contrário, completamente revelada. Estas quatro parashiot criam uma ponte entre Purim e Pessach, entre a redenção que vem de baixo e a redenção que vem de cima. Nossos sábios estabeleceram este ciclo de leitura para nos indicar a transformação pela qual passaremos até a redenção final.
A Parashat Shekalim descreve a redenção física. A Parasha discorre claramente sobre o fato de que a metade deste imposto é uma maneira de se livrar da praga. Assim, o primeiro passo para a nossa redenção será garantir a segurança física do povo de Israel.
A Parasha Zachor discorre sobre o extermpinio dos amalequitas. Amalek é o poder do mal que tem um objetivo: destruir Israel. Assim, a segunda fase da redenção será superar o irracional e auto-destrutivo, antissemitismo.
Na Parasha Pará é detalhado o processo com o qual é possível remover até mesmo a maior impureza. Assim, o terceiro passo na libertação da nação de Israel, será alcançar um nível mais elevado de pureza espiritual.
A Parashat HaChodesh ensina-nos a perceber a lua nova. Este é o quarto e último passo na redenção de Israel, decretar a estabilidade do povo e suas instituições.
Que possamos merecer assistir o cumprimento de todas estas etapas!
Shabat Shalom,
Com amor,
Yehoshua

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics