Coalizão do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu perderia sua maioria no Knesset (parlamento israelense) se as eleições fossem realizadas hoje, de acordo com uma pesquisa realizada quase um ano após a eleição israelense, em março de 2015.

Os partidos da Coalizão atual têm 61 assentos no Knesset, o mínimo necessário para formar um governo. A pesquisa dá a esses partidos apenas 57 assentos.

O partido Likud, de Netanyahu, caiu na pesquisa de 30 assentos que ocupa atualmente para 26, enquanto o maior partido da oposição, a União Sionista, caiu de 24 para 18 assentos.

O partido que mais avançou é o partido Yesh Atid de Yair Lapid, recebendo 19 lugares na pesquisa comparado aos seus atuais 11 assentos.

Já o partido Casa Judaica de Naftali Bennett ganhou três assentos de acordo com a pesquisa, aumentando de oito para 11 lugares, enquanto o partido Kulanu perdeu três das suas atuais dez cadeiras no Knesset. O partido Yisrael Beiteinu de Avigdor Lieberman ganhou dois, aumento de seis para oito assentos.
A pesquisa foi realizada no período de 1 a 2 de março de 2016, pelos pesquisadores Mina Tsemach e Mano Geva, do Instituto Midgam para o programa Meet the Press do Canal 2 (de Israel).

Fonte: TPS / Texto: Michael Bachner / Tradução: Alessandra Franco / Foto: Hillel Maeir
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião