Coisas Judaicas : Estado Islâmico está sob cerco em Palmira
[ ]
Latest News Updates
Estado Islâmico está sob cerco em Palmira
25/03/16 Posted by Coisas Judaicas

Estado Islâmico está sob cerco em Palmira
Palmira na Síria - Coisas Judaicas
  
Combatentes do Estado Islâmico estão deixando nesta sexta-feira a estratégica cidade síria de Palmira, ao mesmo tempo que os Estados Unidos disseram que provavelmente mataram lideranças importantes do grupo militante nesta semana, incluindo o responsável pelas finanças.

O golpe duplo para o grupo islâmico radical no seu autodeclarado califado, que cobre grandes áreas da Síria e do Iraque, se dá três dias depois de homens-bomba do Estado Islâmico terem matado 31 pessoas em Bruxelas, no pior ataque desse tipo na história da Bélgica.

Soldados sírios que lutam para retomar a cidade de Palmira, no deserto, do controle do Estado Islâmico recuperaram a antiga cidadela nesta sexta-feira, segundo relatos de vários meios de comunicação. A cidadela tem vista para algumas das mais extensas ruínas do Império Romano.

Muitos templos e tumbas de Palmira foram dinamitados pelos combatentes do Estado Islâmico, no que as Nações Unidas descreveram como um crime de guerra, embora imagens de TV nesta sexta-feira tenham mostrado pelo menos algumas estruturas ainda de pé.

A reconquista de Palmira, que os militantes islâmicos tomaram em maio de 2015, marcaria o maior revés para o Estado Islâmico na Síria desde que a intervenção russa mudou a maré do conflito de cinco anos para o lado do presidente Bashar al-Assad.

A cidade controla rotas para o leste em direção ao centro do território mantido pelos militantes, incluindo a província de Deir al-Zor e a capital de fato do Estado Islâmico, Raqqa.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo de monitoramento, afirmou nesta sexta-feira que um líder do Estado Islâmico havia sido morto num ataque a seu carro em Raqqa na quinta-feira à noite.
Estado Islâmico está sob cerco em Palmira
Tropas de Assad 

O grupo não identificou o militante morto, mas o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, disse que o país acredita ter matado Haji Iman, o apelido de Abd ar-Rahman Mustafa al-Qaduli, um alto líder do Estado Islâmico responsável pelas finanças do grupo, e Abu Sarah, que, segundo Carter, tinha a missão de pagar os combatentes no norte do Iraque.  

As forças especiais dos EUA realizaram a operação contra Haji Iman, disseram autoridades à Reuters. Umas delas afirmou que o plano era capturá-lo, e não matá-lo. Contudo, depois que o helicóptero do comando foi atacado, tomou-se a decisão de atirar do ar.

“Estamos sistematicamente eliminando o gabinete do Estado Islâmico”, declarou Carter.

Também nesta sexta-feira, militares iraquianos afirmaram que uma área de fronteira na região de Sinjar próxima à Síria foi tomada do Estado Islâmico, cortando uma importante rota de suprimentos para os militantes.
Autoridades dos EUA afirmaram que estão ajudando os iraquianos a se preparar para uma operação em Mosul para tomar mais território do grupo militante.

PRÊMIO ESTRATÉGICO

A escala dos combates nesta sexta-feira pela cidade de Palmira reflete o quão estratégico é o local, com jatos lançando dezenas de ataques e soldados disparando morteiros, enquanto os militantes do Estado Islâmico responderam com dois carros-bomba.

Os aviões russos continuam a dar apoio aos sírios, apesar do recente anúncio da Rússia de que o país estava retirando as suas forças militares.

Os aviões russos realizaram 41 missões da terça até a quinta-feira em apoio à ofensiva contra Palmira, segundo agências de notícias russas.  


Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics