Coisas Judaicas : Amarrar os Sapatos
[ ]
Latest News Updates
Amarrar os Sapatos
26/03/16 Posted by Coisas Judaicas

Ilustração - Coisas Judaicas

Vi algo muito estranho no Código da Lei Judaica. Diz como você deve amarrar os sapatos! Você deve colocar seu sapato direito antes do esquerdo, e então tem de amarrar o esquerdo antes do direito. E quando os tira, é o oposto: desamarra primeiro o esquerdo, tira o esquerdo e depois então o direito. E um canhoto deve fazer tudo ao contrário.

Talvez eu esteja perdendo alguma coisa, mas onde está a grande lição moral nisso? Sou uma pessoa melhor se amarrar meus sapatos de uma maneira especial?



RESPOSTA:
Por Rabino Aron Moss
A forma do corpo humano reflete os contornos da alma humana. Nosso corpo tem dois lados, direito e esquerdo, porque a alma tem dois poderes distintos. Por um lado há o poder de dar, de ser comunicativo e expansivo, e do outro, está o poder de segurar, de ser introspectivo e restrito. Estes são dois lados da alma, o lado da bondade e o lado da disciplina, que correspondem aos dois lados do corpo, o direito e o esquerdo.

Os dois poderes são essenciais. O segredo de uma vida saudável e relacionamentos bem-sucedidos é saber como equilibrar estas duas forças – quando ser assertivo e quando se submeter; quando ser severo e quando ser leniente; quando deixar passar e quando simplesmente dizer não.

Na Cabalá, o lado mais forte (o direito para as pessoas destras, o esquerdo para os canhotos) representa dar e o lado mais fraco simboliza reter. Isso é para nos ensinar que nosso poder de dar deveria ser mais dominante que nosso poder de reter. O ideal é ter uma medida mais elevada de bondade que de disciplina.

Os ideais são concretizadas por meio de ações. Podemos ser profundamente influenciados pelo simbolismo até mesmo de atos simples que realizamos – até pela maneira de nos vestirmos.

Calçar um sapato é um ato de dar (ao seu pé), portanto coloque o sapato primeiro no seu pé mais forte. Amarre então o cadarço no ser pé mais fraco, pois amarrar é um ato de restrição. No entanto, desamarrar um sapato é libertar, portanto quando você está desamarrando os cadarços o pé mais forte tem precedência. Remover seu sapato é levar, um ato de disciplina, portanto para isso, o mais fraco vem primeiro. Tudo isso simboliza o mesmo ponto – a disciplina é importante, mas a bondade deve dominar.

Imagine ter de parar e pensar todos os dias antes de calçar seus sapatos. De repente, a rotina mais mundana se torna uma meditação. Se eu estou consciente até mesmo da importância dos cadarços de meus sapatos, então provavelmente terei consideração com as pessoas que encontrar, e assegurarei que enquanto uso o necessário comedimento, economizo minha mão mais forte para a bondade.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics