Coisas Judaicas : A Reza Pessoal
[ ]
Latest News Updates
A Reza Pessoal
12/02/16 Posted by Coisas Judaicas

A Reza Pessoal
O significado das rezas: A Reza Pessoal – Noções sobre o Judaísmo.


A Reza Pessoal

Em artigos anteriores, estudamos a reza”nacional”, focada nas necessidades do nosso povo. Contudo, certamente, existem problemas e questões puramente privadas das quais devemos orar e pedir ajuda ao Criador.

No Talmud, os Sábios nos instruem que podemos, e devemos, adicionar nossos pedidos específicos na reza da Amida. Dependendo da razão de cada um de nossos pedidos, devemos associá-los aos pedidos já existentes da Amida, tornando-os um pouco mais pessoal.


Deste modo, na bênção da saúde, poderíamos acrescentar um pedido de cura para um parente doente, e etc. Cada um dos nossos pedidos deve encontrar um espaço apropriado, e quando não somos capazes de “configurá-lo” corretamente, podemos acresentá-los na bênção final, na qual podemos incluir e adicionar qualquer questão que tenhamos.

Podemos aprender com o Rei David que, ao longo dos Salmos que escreveu, comparou sua situação pessoal com a fase da história nacional, que se desenrolava. Assim, o pedido permanece pessoal, mas é subjugado a uma capacidade nacional. Eu, como parte do povo de Israel, quero que meu povo tenha saúde, e é portanto, é imprescindível que este indivíduo em particular também seja curado e esteja em pleno estado de saúde. Desta forma é possível converter o problema nacional em algo muito mais pessoal, nos envolvemos muito melhor com os passos da história. Já não se trata de um problema abstrato mas sim, torna-se um problema pessoal: é essencial a existência de Saúde no povo e, portanto, o indivíduo deve ser curado.

Todo o dia orando

Tudo isso não nos impede de criar um sistema de conexão com o Criador, que abrange todos os momentos de nossas vidas. Os sábios dizem no Talmud que “oxalá que o homem reze todo o dia”, ou seja, esperamos que possamos ser capazes de manter contato com o Criador durante todos os momentos do dia. Esperamos ser capazes de buscar a verdadeira ajuda aonde realmente podemos encontrá-la.

Qualquer hora e qualquer lugar é adequado para estabelecer contato com o Criador. Qualquer assunto é apropriado: saúde física ou espiritual de um ente querido; pequenos problemas com vizinhos ou parentes; estudo e problemas de aprendizagem; dificuldades financeiras; e etc.

Assim, estabelecemos um contato contínuo com o Criador, algo que deveria ser a maior aspiração de qualquer pessoa, como aprendemos através da história de Yosef. A Torá descreve a vida de um escravo na casa de Potifar exclamando: “Vejo que o Senhor está com você e tudo que você faz, D’us traz sucesso” (Gênesis 39:3). Isso pode ser entendido como uma reação de Potifar às ações de Yosef, que continuamente pedia a ajuda divina em tudo o que fazia, e agradecia ao Criador por cada pequeno sucesso que alcançava.
Bênçãos de agradecimento

Além de pedidos especiais, importantes e indispensáveis existem, ​​também, as bênçãos de agradecimento que preenchem o dia de um judeu.

Existem bênçãos para praticamente tudo. Ao nos levantarmos de manhã, agradecemos ao Criador por haver nos dado um novo dia de vida, devolvendo a alma para o corpo deitado na cama. Agradecemos por abrir nossos olhos todas as manhãs. Agradecemos pelas roupas que nos cobrem, pelos sapatos em nossos pés, pela possibilidade de ser capaz de endireitar-nos e caminhar, de livrar-nos dos laços que nos prendem e que nos permite fazer uso da liberdade que nos concedeu.

Existe uma bênção para quando saímos do banheiro, depois de fazer nossas necessidades corporais: bênção esta que agradece a boa saúde, o bom funcionamento do nosso corpo, mas também a maravilha que representa o fato de que as pessoas são o convívio conjunto de corpo e alma, matéria e espírito , animal e divino.

Na primavera há uma bênção ao ver as flores das árvores e no inverno outras bênçãos ao se ouvir trovões, relâmpagos e arco-íris. Por um terremoto e por uma paisagem de tirar o fôlego, por uma criatura particularmente linda ou uma criatura que tenha sofrido alguma deformidade.

Existem também as bênçãos das quais rezamoscpara que nosso trabalho seja recompensado de maneira positiva e abundante, ou, agradecendo a abundância reservada.

Agradecer e Reconhecer

Nossos Sábios explicam que o nome “judeu” vem de Judá, filho de Yaakov. A Torá explica que o significado do nome é “agradecer”, expressado pela mãe ao ver o recém-nascido. Assim, qualquer judeu deve ser considerado uma pessoa ‘agradecida’.

Na verdade, o verbo “agradecer” em hebraico é idêntico a “reconhecer”. Quando digo “Modê ani” pode significar “Eu agradeço”, ou, pode ser, “Eu reconheço “. Reconhecer que o benfeitor é o Criador, é como agradecer a D’us.

Consequentemente, o judeu é aquele que reconhece que tudo vem d’Ele e é para Ele. Essa é a grande missão do povo de Israel: conectar os pontos de um mundo que parece muito desintegrado e conectá-los com o Criador do Mundo.

Fazemos isso através de todas estas bênçãos. “Você é Aquele que liberta os prisioneiros ”, “que levanta os caídos”, “que cura os doentes”. Do Criador provêm os terremotos e as chuvas. Agradecemos pela comida que comemos, a boa notícia que ouvimos e a oportunidade de celebrar suas festividades.
A intenção direito

O judeu deve aprender todas estas bênçãos, sendo que muitas destas podem pegá-lo de surpresa: de repente viu brilhar um relâmpago no céu nublado, ou um arco-íris a distância. Cada vez que quiser comer ou beber, é necessário reconhecer que tudo vem d’Ele, e não é o resultado de uma coincidência natural.

Ao recitar estas bênçãos, devemos lembrar a intenção adequada, já que um dos maiores perigos é que, depois de algum tempo, as bênçãos possam se tornar uma rotina prejudicial. Devemos preservar a inocência de uma criança nova descobrindo coisas novas, novos mundos em sua vida, e, assim, ir acrescentando sabedoria a experiência sabendo relacionar tudo, com o Criador.

Antes de concluir, é importante observar que a redação das bênçãos inclui o Nome Divino e Seu Poderoso Reinado Sobre o Universo, pois sem estas devidas menções explícitas na bênção, esta perde muito seu valor. Como filhos do povo de Israel, temos conhecimento do nome revelado aos nossos Patriarcas e Profetas, e também reconhecemos Seu completo poder sobre tudo o que acontece no nosso mundo e em qualquer outra galáxia.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics