Coisas Judaicas : O segredo de como ficar rico
[ ]
Latest News Updates
O segredo de como ficar rico
06/01/16 Posted by Coisas Judaicas


O segredo de como ficar rico
Semeadura - Coisas Judaicas
O segredo de como ficar rico - Rabino Kalman Packouz 

"Se deseja ter êxito em seus negócios, você precisa colocar D`us como seu sócio em cada empreendimento".

Semana passada tive uma fascinante experiência. Pedi a um leitor do Meór HaShabat R$1.800 para ajudar nas despesas de manutenção do projeto - e ele gargalhou. Em minha experiência de levantar fundos para diversas causas, tenho tido muitas reações emocionais diferentes a pedidos de auxílio: descrença absoluta, raiva, irritação e até uma calorosa simpatia. Entretanto, creio que esta foi a primeira vez que alguém riu. Então lhe perguntei: "Por que o senhor está rindo?"

O homem respondeu: "Algumas semanas atrás eu fiz um acordo com o Todo-Poderoso: se meus negócios fossem bem, eu daria R$1.800 à primeira pessoa que me pedisse. Você é o primeiro!"

Enquanto eu procuro por mais pessoas rindo - e dando - comecei a pensar: "Que excelente tópico para o Meór HaShabat - será que podemos testar o Todo-Poderoso?" E, como sempre, a Torá também lida com esta questão. 

O Talmud (Taanit 9a) nos relata que certa vez Rabi Yohanan encontrou o filho do Rabino Resh Lakish. Rabi Yohanan disse ao jovem: "Diga-me o versículo da Torá que você estudou hoje". O rapaz respondeu: "A décima parte de sua colheita você certamente deve dar (Deuteronômio 14:22)".

O jovem então perguntou a Rabi Yohanan: "Qual o significado de `A décima parte você certamente deve dar`?" Rabi Yohanan respondeu: "Dê um dízimo de seus rendimentos para a tsedaká (caridade) e ficará rico". O rapaz, muito sabiamente, perguntou: "Como o senhor sabe disto?" Rabi Yohanan falou: "Faça um teste. Tire a décima parte de seus lucros e dê aos carentes, e veja se você não enriquece!"

O filho do Rabino Resh Lakish era um rapaz perspicaz. Com todo o respeito, ele fez a Rabi Yohanan uma excelente questão: "É permitido testar o Todo-Poderoso? Não está escrito na Torá: `Não testem o Criador (Deuteronômio 6:16)`?" 

Rabi Yohanan sorriu ao jovem e respondeu. "O Rabino Hoshaia ensinou que separar dízimos para a tsedaká é uma exceção à proibição de testarmos o Todo-Poderoso. Ele trouxe prova de um versículo citado no livro do Profeta Malahi (3:10): `Tragam todos os dízimos para o armazém, para que haja alimentos em Minha casa (para aqueles que serviam no Templo Sagrado de Jerusalém). Vocês podem me testar com isto, disse o Todo-Poderoso, Mestre das Legiões, e verão se Eu não abrirei as janelas do céu e jorrarei bênçãos sem limite sobre vocês".

O Sefer Hachinuch - um livro escrito há cerca de 800 anos, que detalha os porquês, comos e as razões dos mandamentos da Torá - ensina: "É proibido uma pessoa testar o Todo-Poderoso ao cumprir uma mitsvá (mandamento) com a intenção de ver se será ou não recompensado(a), pois o local de receber as recompensas Divinas é no Mundo Vindouro. A pessoa não deve supor que receberá recompensas neste mundo. Todavia, por causa do versículo citado no livro do Profeta Malahi (trazido acima), há uma exceção em relação ao mandamento de doar o dízimo, no qual a pessoa pode aguardar e ver recompensas financeiras ainda neste mundo".

Harry Fischel (Rússia e EUA, 1865-1948) era um homem rico e filantropo que trabalhava no ramo de empreendimentos imobiliários em Nova York. Ao iniciar seu negócio, ele virtualmente não tinha um centavo no bolso. Ao ser perguntado sobre o segredo de seu sucesso, ele alegremente compartilhava o conselho que recebera do grande sábio, o Chafêts Chaim [Rabino Israel Meir Kagan (Polônia, 1839-1933)], antes de vir para os Estados Unidos: "Se deseja ter êxito em seus negócios, você precisa colocar D`us como seu sócio em cada empreendimento. Antes de entrar em qualquer investimento ou projeto, tente fazer uma avaliação precisa de quanto lucro imagina obter nesta empreitada. Calcule, então, quanto será o dízimo (a décima parte) deste lucro planejado e escreva um cheque com este valor para ser posteriormente depositado numa conta de tsedaká (caridade)".

"Volte-se, então, ao Todo-Poderoso numa prece fervorosa e diga: `Mestre do Universo, é meu privilégio convidá-Lo a ser meu sócio neste empreendimento. Se eu não obtiver lucros, não terei nada para repartir com o Senhor, meu sócio. Porém, se tiver sucesso e conseguir o lucro que planejo, então os 10% que separei para a tsedaká são Seus`. Quando alguém tem D`us como seu sócio desde o início, o sucesso está garantido!"

(Agradeço ao Rabino Avraham Haim Feur, autor do livro The Tzedakah Treasury, pelo material de pesquisa para este artigo. O livro está disponível em www.artscroll.com/Books/tztp.html ).

Nota: Desejando compartilhar: Facebook

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics