Coisas Judaicas : Israel deve oferecer alternativa a sua população árabe a fim de combater o extremismo
[ ]
Latest News Updates
Israel deve oferecer alternativa a sua população árabe a fim de combater o extremismo
21/01/16 Posted by Coisas Judaicas

Israel deve oferecer alternativa a sua população árabe a fim de combater o extremismo
Presidente Rivlin: Israel deve oferecer alternativa a sua população árabe a fim de combater o extremismo

Ramat Aviv (TPS) – O presidente de Israel, Reuven Rivlin, falou sobre o nível significativo de apoio de muitos árabes em Israel ao  extremismo islâmico e colocou em discussão várias maneiras de resolver o problema, na 9ª Conferência Internacional Anual do Instituto de Estudos de Segurança Nacional (INSS) na noite de segunda-feira, 18/1. “O Estado islâmico já está aqui e isso não é mais nenhum segredo," disse o presidente israelense. "Não falo sobre territórios que fazem fronteira com o estado de Israel, mas dentro de Israel mesmo".

A existência do estado islâmico em Israel chegou sob a forma de apoio de muitos árabes israelenses, que compõem cerca de 20% da população israelense.

 "Estudos de investigação, detenções, testemunhos e análises , muitos realizados pelo INSS, ajudaram ostensivamente e secretamente na indicação clara de que há suporte crescente para o Estado Islâmico entre árabes israelenses, enquanto alguns se juntam pessoalmente ao Estado Islâmico," explicou Rivlin.
Na verdade, vários árabes-israelenses foram presos no ano passado, acusados  de dar suporte para o estado islâmico.

Muito da simpatia pelo ISIS pode ser observada na esfera religiosa. No entanto, o suporte para o terrorismo islâmico também pode ser observado no meio secular. "Hoje estamos vendo a influência de idéias extremistas, mesmo em áreas e grupos identificados como seculares," observou Rivlin. "Nós temos visto a bandeira do Estado Islâmico em várias vilas e em manifestações políticas, algumas das quais há a participação até de membros do Knesset.”

Apesar da ameaça de terror que emana de uma parcela significativa da população árabe de Israel, o presidente Rivlin enfatizou sua  visão de que judeus e árabes podem viver juntos lado a lado. "Quando eu assumi responsabilidade sobre a promoção da plena integração e parceria da comunidade árabe no estado de Israel, eu acreditava que não estávamos condenados a viver juntos, e sim que nosso destino era  vivermos juntos," disse o presidente israelense.

Rivlin também fez questão de salientar que ele não está de forma alguma subestimando  o fenômeno de apoio e suporte ao extremismo islâmico a partir de muitos árabes israelenses. "Ao mesmo tempo, não serei ingênuo ,” disse Rivlin . "Infelizmente, a tensão entre as comunidades judaica e árabe não vai desaparecer nos próximos anos.”

Rivlin também ressaltou que Israel não está culpando toda a população árabe pela crescente simpatia pelo extremismo islâmico. "O estado de Israel certamente não considera toda a população árabe como inimiga, nem como um grupo inteiramente contaminado com o extremismo e o fundamentalismo islâmico," acrescentou Rivlin.

Rivlin, no entanto, acusou os dirigentes árabes em Israel de fazerem vista grossa para o crescimento do extremismo islâmico entre a população árabe de Israel. "Nem por um momento absolvo a liderança árabe de responsabilidade," sublinhou Rivlin. "As vozes que culpam a 'ocupação' como a fonte de todos os males, enquanto exibem simpatia e compreensão para ataques terroristas contra inocentes, representam um problema sério.”

Rivlin afirmou que é responsabilidade de Israel  oferecer aos árabes israelenses um futuro melhor do que o que está sendo oferecido por grupos extremistas islâmicos. "O estado de Israel deve criar uma alternativa que não fira a identidade palestina e a segurança israelense  e ao mesmo tempo não deslegitime a existência do estado de Israel através de afiliação com o pior dos nossos inimigos", sugeriu Rivlin.

"Se as crianças estão crescendo sem um sonho, sem esperança ou sem aspirações, com a sensação de que seu sangue e suas vidas têm pouco valor no estado de Israel , então, temos de pensar em como oferecer-lhes um sonho, esperança e fé – a fé que cada um deles tem a capacidade de progredir  aqui no estado de Israel “afirmou Rivlin.

Fonte: TPS / Texto: Jonathan Benedek / Tradução: Bruno Scala

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics