Coisas Judaicas : Governo israelense demole casas de 700 moradores e uma sinagoga consideradas ilegais na Samaria
[ ]
Latest News Updates
Governo israelense demole casas de 700 moradores e uma sinagoga consideradas ilegais na Samaria
18/01/16 Posted by Coisas Judaicas


Governo israelense demole casas de 700 moradores e uma sinagoga consideradas ilegais na Samaria
Samaria (TPS) - Unidades da polícia das fronteiras de Israel e da Administração Civil realizaram múltiplas destruições de casas na semana passada nas comunidades judaicas consideradas ilegais pelo governo israelense. 

A primeira demolição ocorreu durante as primeiras horas da manhã de quinta-feira (14/1) em Givat Menachem, perto Nahliel, uma comunidade ultra-ortodoxa de cerca de 700 residentes na região de Binyamin, perto das aldeias árabes de Deir Ammar e Beitillu.


Malachi Hefer, um morador de 17 anos de idade de uma casa destruída afirmou em uma entrevista com a AgênciaTazpit (TPS) que a Polícia Civil e Administração da Fronteira vieram para a área sem apresentar qualquer mandado de demolição. "Eles começaram a destruir minha casa enquanto danificavam oliveiras de propriedade palestina", disse Hefer. No entanto, apesar de suas reivindicações, danos intencionais causados a qualquer outra propriedade pela IDF não foram verificados.

A Administração Civil divulgou um comunicado informando a sua versão de como os eventos pareceram. "A demolição foi realizada em uma casa construída ilegalmente, sem licença, em terras de propriedade privada. A demolição foi executada de acordo com as ordens apropriadas que foram obtidas antes da implementação”, disse o comunicado.

Novilha expressou sua determinação, no entanto, para começar a reconstruir a construção demolida. "Nas próximas horas vou começar a reconstruir a casa. Nós não vamos ceder às políticas destrutivas e fracas do (ministro da Defesa) Moshe Ya'alon”, disse ele à TPS.

Na tarde do mesmo dia, a polícia entrou na comunidade de Geulat Zion na Samaria perto de Shiló, com vários tratores e equipamentos pesados, a fim de evacuar e demolir os edifícios da comunidade. 

Amishav Melet, outro morador da comunidade, disse que "com a evacuação continua a guerra travada pelo governo contra os habitantes da terra. A responsabilidade do governo é construir novas comunidades, e não apoiar a destruição delas”, lamentou.

Pouco depois, a Administração Civil informou que a polícia havia demolido duas estruturas construídas ilegalmente, incluindo uma sinagoga temporária, no posto avançado de Maoz Ester perto Kokhav Hashahar na região de Binyamin.

Fonte: TPS / Texto: Alexander Apfel / Tradução por Aguinaldo Wechesler

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics