Coisas Judaicas : Falecimento de Maimônides
[ ]
Latest News Updates
Falecimento de Maimônides
01/01/16 Posted by Coisas Judaicas

Falecimento de Maimônides
Sexta-feira, 1 Janeiro, 2016
20 Tevet, 5776

Nesta Data:
Falecimento de Maimônides (1204)
Rabi Moses ben Maimon, talmudista, halachista, médico, filósofo e líder comunitário, conhecido no mundo judaico pelo acrônimo "Rambam", e pelo mundo em geral como Maimônides, faleceu no Egito em 20 de Tevet de 1204.

Impressão do Talmud (1483)
O primeiro volume do Talmud da Babilônia, o Tratado Berachot, foi impresso em Soncino, na Itália, em 20 de Tevet de 5244 (1483).



“Todos Devem Saber que Deus É Incorpóreo"



Um Ben Noach ( todo aquele que não é judeu) deve seguir as Sete Leis Para os Filhos de Noé.
Estas Leis estão na Torá e foram novamente dadas a Noach (Noé) por Deus após o Dilúvio quando se estabeleceu um pacto entre Deus e toda a humanidade: “E estabelecerei a Minha aliança convosco, e não mais será destruída nenhuma criatura nas águas do dilúvio, e não mais haverá dilúvio para destruir a terra. E Deus disse: ” Este é o sinal da aliança que Eu faço entre Mim e vós, e toda alma viva que esteja convosco, para perpétuas gerações: o Meu arco-íris pus na nuvem e será por sinal de aliança entre Mim e a terra.” Bereshit (Gênesis) 9 – 11:13.
A primeira dessas 7 Leis chama-se Avodá Zará – em hebraico – e nos proíbe de adorar ídolos…Nos proíbe de adorar falsos deuses – a fé em Jesus é um exemplo de adoração a um falso deus, se constituindo portanto em idolatria: “Deus não é homem para que minta, nem é filho de homem para que se arrependa…” Bamidar (Números) 23: 19. Em última forma, a primeira dessas Sete Leis nos proíbe de praticar qualquer ato de idolatria. A essência dessa primeira lei é adorar a Deus e somente a Ele.
A citação bíblica acima tira qualquer dúvida sobre a “necessidade” de Deus ter um corpo. 
Vejamos o que diz o filósofo Maimônides em seu livro Guia Dos Perplexos:
“…Assim como é necessário educar os jovens e instruir as pessoas comuns acerca de que Deus é Um e que não se deve cultuar outro, eles também devem ser ensinados, por meio da tradição, que Deus é incorpóreo; que não há similaridade alguma entre Ele e Suas criaturas em nenhum aspecto; que a Sua existência não se compara à existência daquelas; que Sua vida não é como a vida delas; que Sua sabedoria não é como a daqueles que são sábios; e que a diferença entre Ele e Suas criaturas não é muita ou pouca, mas sim de espécie de existência…”
Ainda, sobre a Unicidade de Deus e o cuidado que um Ben Noach( Filho de Noé- Noájida) deve ter para não cometer idolatria:
“É um mandamento (mitzvah) para o ser humano crer que há um (só) Criador do Universo, e que Ele é Eterno, Ele é o começo e o fim de todas as coisas. Que Ele é Um e que não há nenhuma unicidade comparável a Ele ou que há outros deuses fora Dele. A Sua Unicidade não pode ser multiplicada ou dividida. Ele é exclusivo na Sua Unicidade, e não há nenhum outro como Ele no universo. Não há nenhum outro, ou nenhuma outra fonte que tenha o seu poder ou a sua capacidade. Todas as fontes de poder e energia no universo originam-se Dele e vem Dele.”- AS 7 LEIS UNIVERSAIS -GUIA PARA UMA VIDA ESPIRITUAL PLENA, autor: Rabino Yoel Schwartz.
“Por regra geral os falsos profetas, seus discípulos e outros praticantes de idolatria, atemorizam os corações de suas vítimas, mediante ameaças de condenação eterna, fogo do inferno, ou outros terrores similares. Mas a pessoa pode fortalecer seu coração, ante tais ameaças, lembrando que Deus é o Todo-Misericordioso e que recompensa ou castiga de acordo com os atos da pessoa. Inclusive, mesmo Seus castigos, vem como uma correção para que a (nossa) alma se purifique. Como o Rei David escreveu: ” Não confieis em príncipes, nem em seres humanos que não podem garantir salvação. Feliz, porém, é aquele que tem no Deus de Jacob o seu socorro, e cuja esperança está no Eterno , seu Deus (Salmos 146: 3-5).” – THE PATH OF THE RIGHTEOUS GENTILE(An introduction to the Seven Laws of the Children of Noah) Chaim Clorfene & Yakov Rogalsky. Derechos: 1987 Chaim Clorfene — Yakov Rogalsky ISBN 0-87306-433-X.
Todas as citações acima são respectivas às leis contra a idolatria que nos proíbem de adorar falsos deuses. 
Que dizer do chamado pecado original? Imaginem o efeito hediondo que isso tem num ser humano, achar que já nasceu errado, pecando. Além do mais, como se nascer com um pecado fosse pouco, como alguém pode ter o derramamento de sangue de um ser humano como algo que salva? Aonde está escrito na Torah que o derramamento de sangue humano livra alguém dos pecados cometidos? E mais, onde fica a responsabilidade de cada um por seus próprios atos? Um só sendo sacrificado para limpar os pecados do mundo? Tudo isso é muito negativo para os que estão neste caminho de obscuridade e falência espiritual. Ao mesmo tempo, podemos afirmar, que os exemplos acima estão em total contradição com a Torah- que muitos chamam erroneamente de Velho Testamento.
Prezados, é hora de pesquisar, estudar, comparar e agir com a razão! Ter fé não significa simplesmente baixarmos a cabeça e aceitarmos tudo que nos falam acerca de Deus. Existe um ditado que diz: ” Quando eu rezo, falo com Deus. Quando eu estudo, Deus fala comigo.”
Peço pra que ajam com racionalidade e que pesquisem sobre as Sete Leis Para Os Filhos De Noé. Elas são a porta para um mundo melhor e sem obscurantismos, pois nos foram dadas por nosso Pai Celestial. E saibam que não vos chamo para uma “nova religião”. Deus não criou nenhuma religião, os homens, sim, as criaram! E fizeram isso de acordo com seus interesses.
Tal qual o judaísmo, as Sete Leis Para os Filhos de Noé não são uma religião. Elas, as Sete Leis, são de ordem prática e nos foram ordenadas por Deus para que possamos viver de forma racional e harmoniosa com nossos semelhantes e com o nosso planeta. Elas nos garantem, também, para quem as observa e cumpre, um lugar no Mundo Vindouro.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics