06/01/2016

Facebook é parcial contra Israel

Facebook é parcial contra Israel
Organização israelense comprova, sem margem de dúvida, que o Facebook é parcial contra Israel

Shurat HaDin, uma organização israelense de direitos civis, líder mundial na luta contra organizações terroristas e os regimes que as apoiam, resolveu testar a “imparcialidade” do Facebook com relação a palestinos e israelenses. No mês passado, a ONG lançou "The Big Facebook Experiment", que procurou expor a realidade do sentimento anti-Israel por meio do lançamento simultâneo de duas páginas quase idênticas no Facebook: "Parem os palestinos!" e "Parem os israelenses!". 

Após o lançamento, em 28 de dezembro, a ONG publicou conteúdo de ódio simultaneamente em ambas as páginas. Um post na página anti-Israel diz: "Os sionistas mordem a Palestina pedaço por pedaço, e o mundo está em silêncio. Nós vamos impedi-los de qualquer maneira!”. Já um post na página pró-Israel dizia: "O Grande Israel deve sair em breve das mãos do inimigo muçulmano, de volta à soberania judaica Nós vamos fazer isso de qualquer maneira, nós podemos!". 

A página pró-palestina promete "destruir o invasor sionista", e pede vingança contra o "inimigo sionista que ameaça al-Aqsa". Enquanto isso, na página pró-Israel, um post conclamava a guerra contra o "inimigo palestino" e afirmava que "mais e mais soldados das IDFs sabem que há necessidade de destruir o inimigo árabe". 

Foram também postados cartuns incitando o ódio, nas duas páginas. O próximo passo no experimento foi denunciar ambas ao Facebook para ver se seriam removidas por causa de seu conteúdo agressivo. Apesar de apresentarem conteúdo idêntico, apenas uma delas foi removida. 

A página que incitava o ódio contra os palestinos foi fechada pelo Facebook (no mesmo dia em que foi denunciada) por causa de "ameaça crível de violência", que "viola os padrões da nossa comunidade". A página de incitamento contra os israelenses, no entanto, não foi fechada, apesar do conteúdo idêntico. A rede social alegou que a página não está "em violação das regras do Facebook". 

E ela continua no ar..Veja o vídeo:The big facebook experiment

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião