Coisas Judaicas : Pesquisa israelense no tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura
[ ]
Latest News Updates
Pesquisa israelense no tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura
17/12/15 Posted by Coisas Judaicas

Importante pesquisa israelense melhora o tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à curaImportante pesquisa israelense melhora o tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura
Para as pessoas que vivem com HIV, a terapia antirretroviral generalizada (ART) pode ajudar a retardar a propagação da doença e impedir o seu desenvolvimento em AIDS. No entanto, a ART não é eficaz contra todas as estirpes da doença, nem é uma cura para o vírus, que ainda afeta 37 milhões de pessoas a nível mundial, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.
Várias universidades e institutos científicos israelenses fizeram progressos em direção a novos tratamentos mais eficazes recentemente, e uma possível cura para o HIV/AIDS. Abaixo encontram-se algumas das pesquisas mais inovadoras.
Hebrew University: Destruir células HIV-positivas 
Pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém desenvolveram um novo método para destruir células HIV-positivo sem prejudicar as saudáveis. Quando o vírus HIV ataca, insere uma porção do seu DNA num genoma da célula saudável através de uma enzima chamada integrase. No entanto, a pesquisa liderada pelo Prof. Abraham Loyter e Prof. Assaf Friedler descobriu que certos peptídeos (aminoácidos) podem interferir neste processo de transferência de DNA, e, finalmente, fazer com que a célula infectada se autodestrua.
O procedimento foi testado em culturas de células humanas infectadas com HIV-1, a forma mais comum de vírus, e no prazo de duas semanas, as células foram destruídas. O estudo ainda está em andamento; os pesquisadores assinaram uma parceria com o Hospital Mount Sinai, em Nova York, bem como com a empresa de transferência de tecnologia da Universidade Hebraica, Yissum, a fim de encontrar investidores e prosseguir com ensaios clínicos.
Importante pesquisa israelense melhora o tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura
Weizmann Institute of Science: Anticorpos podem neutralizar o vírus
No Weizmann Institute of Science, a investigação liderada pelo Dr. Ron Diskin mostrou que anticorpos raros podem ser capazes de neutralizar o vírus. Anticorpos são proteínas produzidas por células de plasma sanguíneo que ajudam o sistema imunológico a identificar e neutralizar agentes patogênicos, tais como bactérias e vírus.
Apenas 10 a 20 por cento das pessoas produzem anticorpos que combatem o HIV naturalmente, os quais Diskin vem testando. Se tais anticorpos puderem ser reproduzidos, eles poderiam, um dia, ser usados tanto no tratamento (substituindo assim a técnica convencional) quanto em uma potencial vacina. “Os tratamentos baseados em anticorpos para outras doenças, principalmente o câncer, já estão em uso”, disse Diskin em um comunicado.
Embora ainda não esteja claro quão eficaz são os anticorpos do HIV em uma população mais ampla, o caminho da investigação parece promissor.
Technion: Prever os caminhos “escondidos” do vírus 
À procura de uma nova estratégia para combater o vírus, o Assistente Prof. Akram Alian da Technion-Israel Institute of Technology optou por se concentrar em como o vírus entra na célula hospedeira. Normalmente, o HIV ataca as células saudáveis ​​através de vias favorecidas, mas quando o ART bloqueia estes pontos de entrada, o vírus procura formas alternativas de acesso à célula, o que poderia levar a “um novo tipo de resistência viral”, acredita Alian.
Alian e sua equipe estão “tentando mapear a paisagem de reencaminhamento do HIV-1 e capturar diferentes complexos de vírus host para ver se é possível demarcar os nós inescapáveis da via”, disse ele recentemente à NoCamels. “Se pudermos fazer isso, então podemos prever as rotas escondidas, as alternativas que o vírus utiliza, e de lá desenvolver um medicamento que tem como alvo os nós críticos de proteínas da célula hospedeira, de modo que não haja nenhuma maneira para o vírus redirecionar e tomar um caminho diferente.”
Importante pesquisa israelense melhora o tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura
Ben Gurion University: Bloquear a capacidade do HIV de se reproduzir
Prof. Ran Taube da Ben Gurion University está investigando os casos em que o HIV permanece “latente” no corpo, mesmo após o paciente ser submetido ao tratamento.
O ART não pode tratar o vírus em si, mas impede o HIV de fazer cópias de si próprio (um processo chamado de transcrição) e espalhar-se para outras células saudáveis. No entanto, se os inibidores da transcrição bloquearem a capacidade do vírus de se reproduzir, como mostra a pesquisa do Taube, o ART não será eficaz. Assim, a plena compreensão do mecanismo pelo qual ocorre a latência do HIV pode permitir aos pesquisadores desenvolver terapias mais abrangentes que poderiam finalmente tratar o vírus em si.
Considerando que o HIV/AIDS era desconhecido para os cientistas há 34 anos, a investigação no campo tem feito enormes progressos e permitido que as pessoas com a doença vivam décadas com uma qualidade de vida relativamente alta. Se os investigadores fizerem um progresso similar nos próximos 34 anos, a doença pode ser curável e possivelmente erradicada.
Importante pesquisa israelense melhora o tratamento de HIV / AIDS e poderá levar à cura

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics