Coisas Judaicas : Novo diretor do Mossad exercerá também a função de diplomata
[ ]
Latest News Updates
Novo diretor do Mossad exercerá também a função de diplomata
18/12/15 Posted by Coisas Judaicas

Novo diretor do Mossad exercerá também a função de diplomata
O novo diretor do Instituto para Inteligência e Operações Especiais (Mossad) de Israel exercerá também a função de diplomata.

Yossi Cohen, diretor do Conselho de Segurança Nacional e antigo diretor-adjunto do Mossad, substituirá o atual diretor Tamir Pardo (Foto: Facebook)

Com um suspense igual aos momentos finais de um reality show de televisão, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou em 7 de dezembro sua escolha do novo diretor do Mossad, o serviço secreto de inteligência israelense. Yossi Cohen, diretor do Conselho de Segurança Nacional e antigo diretor-adjunto do Mossad, substituirá o atual diretor Tamir Pardo.

Cohen, sem dúvida, tem uma grande experiência em diversas áreas do serviço de inteligência israelense. Mas, provavelmente, o que o qualificou mais para ocupar o cargo do que os outros dois candidatos, que assim como ele tinham sido diretores-adjuntos do Mossad, foram os dois anos em que exerceu a função de conselheiro de segurança nacional de Netanyahu. Durante esse período, Cohen, na verdade, foi o emissário secreto do primeiro-ministro não só nos países aliados de Israel no Ocidente, como também em vários países com os quais Israel não tem relações diplomáticas.

Essa tem sido a base da política externa israelense desde que Netanyahu voltou ao poder, em 2009. As negociações com os palestinos estão paralisadas e os vínculos com alguns dos mais tradicionais aliados de Israel, em especial os Estados Unidos, deterioraram-se. Porém, nos bastidores, tem havido um engajamento maior com determinados países, como a Arábia Saudita, que compartilha a preocupação de Israel com o retorno do Irã à cena no Oriente Médio.
Em um discurso na televisão Netanyahu enfatizou um aspecto das atividades do Mossad, que até então fora poucas vezes mencionado. Além de coletar informações e realizar operações especiais, disse, a agência é encarregada de manter relações com os países árabes e outras nações muçulmanas, com os quais Israel não tem um contato próximo.

Ao contrário de alguns dos seus predecessores, Netanyahu não tem intenção de abrir embaixadas nas capitais dos países árabes. Em vez disso, ele faz alianças de conveniência com monarcas regionais. Cohen, que fala fluentemente árabe, tem sido seu ministro plenipotenciário nos corredores secretos da diplomacia do Oriente Médio. Em seu novo cargo, ele continuará a exercer esse papel. Sua nomeação reflete a crença do primeiro-ministro de que, embora a paz com os palestinos esteja distante, Israel pode manter relações discretas com outros países árabes.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics