Coisas Judaicas : Imagem e semelhança
[ ]
Latest News Updates
Imagem e semelhança
22/12/15 Posted by Coisas Judaicas

Imagem e semelhançaPergunta:

Qual o significado do versículo: "E D’us disse: 'Façamos o homem à nossa imagem e semelhança'" (Bereshit 1:26)?

Resposta:
Este é um caso clássico de má tradução da Torá. Este versículo geralmente é traduzido: "E D’us disse: 'Façamos o Homem à Nossa imagem, à Nossa semelhança. Ele governará sobre os peixes do mar, as aves do céu, e sobre os animais, toda a terra, e todo verme que rasteja sobre a terra.'"

As dúvidas geralmente levantadas por este versículo são:

1 – Com quem D’us estava falando? A Torá quer dizer (D’us não o permita) que há mais de um D’us? Alguns dizem que D’us estava falando com os anjos – mas quem mencionou os anjos? Outros dizem que era um exercício de humildade. Mas D’us é humilde? Por que deveria ser? Há uma interpretação simples e coerente para este versículo?

2 – D’us tem uma imagem?

3 – Qual o significado da repetição: "à Nossa imagem, à Nossa semelhança?"

4 – D’us criou o Homem só para que ele pudesse "governar sobre os peixes…"? Estou certo de que D’us poderia ter pensado em um propósito melhor para o Homem!

Quanto à tradução, sua pergunta é válida. Entretanto, esta tradução não é apenas incorreta, como também presume que o leitor entende seu contexto. Portanto, eis aqui a tradução e contexto certos: "E D’us disse: 'Façamos [D’us e as Criações] a humanidade em nossa essência, para que ela seja como nós, e [somente então] eles [a humanidade] subjugará os peixes do mar, as aves do céu e os animais, e toda a terra, e tudo que se move sobre a terra.'"

O homem é a única criatura a ser apresentada individualmente à cena, porque o homem é o pináculo da criação. Tudo foi criado para ele e para seu uso. Subentende-se, portanto, que o homem é responsável por suas ações, pois elas afetam não apenas a ele, como também a todas as criaturas de D’us. O homem não foi feito "à sua própria semelhança" como um animal, em grandes números, mas "…À Nossa imagem" como D’us, como um único indivíduo. Assim como D’us é Único, assim também o homem foi criado único.
Agora, quanto às perguntas individuais:

1 – Com quem D’us estava falando?
A resposta é simples: D’us estava falando com a mesma entidade a quem falou nos dias precedentes – o universo inteiro! D’us, na verdade, está dizendo: "Que o cosmos (e tudo que existe nele) e Eu produzamos o homem."

O homem é a mais complexa das criaturas. Sua existência é uma constante batalha de forças opostas puxando-o em direções diferentes. Não admira que o homem seja a única criatura que procura fazer terapia! Sua dualidade estende-se aos extremos de todos os espectros: da fúria infundada a atos incríveis de bondade, da inspiração enérgica à depressão patética, da crueldade ao altruísmo, da consciência à indiferença, da espiritualidade ao materialismo. É como se todas as forças da natureza estivessem comprimidas em uma pequena criatura chamada Ser Humano. Mas isso é exatamente o que este versículo nos diz.

2 – D’us tem uma imagem? 
Não, "Pois não viste qualquer imagem" (Devarim 4:15), e "A quem tu podes comparar-Me; a quem Eu serei igualado?" (Yesha'yáhu 40:25). Quando o versículo diz "imagem," significa "essência," querendo dizer que o homem foi criado da essência do cosmos, e da essência de D’us. O homem tem em si um aspecto de toda a criação: todo animal tem sua contrapartida no homem, assim como todo mineral e elemento.

Mesmo assim o homem é também da essência de D’us, como explicado imediatamente no próximo versículo (Bereshit 1:27): "na essência de Elokim Ele o criou." A tradução padrão erra ao traduzir: "À imagem de D’us Ele o criou" – mas não nos foi dito exatamente isso? O que a Bíblia está nos dizendo é que o homem foi feito similar a Elokim, que significa "juiz." Em outras palavras, "À imagem do Julgamento Ele o criou." Ter a "imagem" de D’us significa não apenas possuir ânsias espirituais como somente o homem tem, como também a capacidade de julgar entre opções moralmente boas ou más.

3 – Qual o significado da repetição: "À nossa imagem, à nossa semelhança"?
O motivo pelo qual o homem foi feito da essência do cosmos e da essência de D’us é que ele deveria ser "como" ambos, portanto a repetição. Embora fosse dado ao homem o potencial de atingir este equilíbrio em sua vida, ele permanece apenas isso: potencial. Cabe ao homem agir ou não quanto a isso. D’us deseja que o homem equilibre corpo e alma. Se o homem mergulha somente no materialismo, será consumido por aquilo que o cerca: as forças da natureza, animais, e outras pessoas. Por outro lado, se ele despreza completamente suas necessidades físicas para se concentrar unicamente nas espirituais, torna-se inútil ao plano de D’us. O homem deve dispensar a mesma atenção ao seu lado terreno e ao espiritual. Para ficar no topo da Criação, o homem deve ser à "imagem" do cosmo e à "semelhança" de D’us. Daí vem a frase "portanto ele deveria ser como nós…" que leva diretamente à resposta nº 4.

4 – D’us criou o homem apenas para que ele pudesse "governar sobre os peixes…"? 
Estou certo de que D’us poderia ter pensado num propósito melhor para o homem! Continuando a partir do nº 3 acima, "… e [somente então] eles [a humanidade] subjugarão os peixes do mar, e as aves dos céus e os animais, e toda a terra, e todo ser que se mova sobre a terra." Quando o homem atinge este equilíbrio acima mencionado entre o material e o espiritual, ele de fato "subjuga os peixes do mar…" e toda a matéria física (exceto outras pessoas!). Ele demonstra que está bem acima deles, e transpõe o próprio pináculo da Criação, tornando-se um parceiro na Criação com o Próprio D’us.

Então, o que você fez pelo mundo hoje?

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics