Coisas Judaicas : Um ponto fora da curva da existência
[ ]
Latest News Updates
Um ponto fora da curva da existência
17/11/15 Posted by Coisas Judaicas

Um ponto fora da curva da existência
Roberto Leon Ponczek - Coisas Judaicas

Por Roberto Leon Ponczek*

Em várias ocasiões, como descrito nos episódios “Papai Tire a Kipah”  “Judeu abaixe suas calças “ ou “Um Casamento na Cracóvia ocupada “( vide Sib e News: https://sibenews.wordpress.com/category/coluna/roberto-leon-ponczek/) durante os terríveis anos do Holocausto (1939-1944) a sobrevivência de meus pais, e de pequena parte de minha família, ocorreu quase tão aleatoriamente como num lance de dados! Por conseguinte, eu devo a minha própria existência a um improvável arremesso de dados ou ao giro de uma roleta situada alhures em algum cassino cósmico, situado a bilhões de anos luz da nossa galáxia, provavelmente no interior de algum gigantesco buraco negro de onde nem as luzes do Genesis puderam escapar!
Meu amigo de origem cristã, mas de alma e coração judaicos, Gabriel Lopes Pontes, costuma sempre me repetir:
 - Você é um evento quanticamente improvável! Um ponto fora da curva da existência! Por sua história de vida, você não era para existir!
Mas, segundo Einstein, "Deus não joga dados", e ELE tem todos acontecimentos muito bem escritos (ainda que por linhas tortas) em seu grande Livro da Vida. Assim, por algum de Seus insondáveis desígnios eu consegui existir! Por uma complexa trama de infinitos fatores, que devem ter começado a se combinar milênios antes do Big Bang, ou talvez nos primeiros instantes do primeiro dia do Genesis bíblico, eu consegui nascer do sêmen de um homem e do óvulo de uma mulher que estavam condenados à morte, mas, que por algum estranho milagre, planejado desde tempos anteriores ao próprio espaço-tempo, eles conseguiram ludibriar seus carrascos e fugir dos trens com destino sem volta a Auschwitz!
Eduardo Heuberger, de saudosa memória, sobrevivente da Lista de Schindler, além de grande amigo de meus pais; dizia amargamente: “Em Auschwitz se entrava com o corpo em estado sólido e se saia apenas pelas chaminés, com o corpo em estado gasoso”...
Por sua vez, Albert Einstein certa vez disse: “Só existem duas formas de se entender o Universo: pensar que nada é um milagre ou pensar que tudo é um milagre! Prefiro pensar dessa última forma.
E eis-me aqui escrevendo essa confissão!  Eu escrevo, logo existo! E confesso e declaro que existo por milagre!
Assinado: Roberto Leon Ponczek
Filiação:
Mãe :Wanda Goldblum Ponczek
Pai: Tadeusz (David) Ponczek
Profissão: Sobreviventes


*Roberto Leon Ponczek é professor Dr. de Filosofia e Metodologia da Ciência na UFBA e CIMATEC. É membro da SIB e do Chabad Salvador. Seus pais Tadeusz e Wanda Ponczek sobreviveram ao Holocausto e emigraram para o Brasil depois da Guerra.

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics