10/11/2015

Guerra na Síria faz Israel pensar no Golã incorporado em definitivo

Colinas de Golã - Coisas Judaicas
Com guerra na Síria, Israel pensa em manter Colinas de Golã.

Hipótese foi mencionada a Barack Obama por Benjamin Netanyahu.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que seu país está interessado em discutir com Washington a incorporação definitiva das Colinas de Gol devido à guerra civil na Síria.    

Segundo fontes anônimas citadas pelo site Haaretz, o assunto foi mencionado pelo premier israelense durante sua visita à Casa Branca na última segunda-feira (9), mas no foi abordado "em profundidade". 

Ainda de acordo com o portal, Netanyahu acredita que a Síria no voltará a ser um Estado único como antes do conflito, situação que permitiria "pensar de maneira diferente" sobre o futuro do território. Obama no teria respondido esse comentário.    

As Colinas de Gol, então pertencentes à Síria, foram ocupadas por Israel durante a Guerra dos Seis Dias, em 1967, e anexadas unilateralmente em 1981. No entanto, a comunidade internacional nunca reconheceu esse ato, e diversas resoluções das Nações Unidas (ONU) - jamais respeitadas - exigiram a devolução da região.    

Situada na fronteira entre os dois países, a área é considerada militarmente estratégica devido à sua altitude e fornece uma parcela significativa da água que abastece Israel. A disputa territorial mantém as nações em estado de guerra desde 1967, apesar das tentativas de negociação no fim do século passado.

SHARE THIS

Author:

Dúvidas, sugestões de pautas, críticas, publicidade, parcerias, etc. Entre em contato pelo seguinte email: coisasjudaicas@gmail.com

0 Comentários:

Deixe sua opinião