Supostos membros do Hamas são presos por assassinato Supostos membros do Hamas são presos por assassinato na Cisjordânia.


Palestinos suspeitos de pertencer a uma rede militar do Hamas que estaria envolvida no assassinato de um israelense na Cisjordânia,  no mês passado, foram detidos, informou domingo o serviço israelense de segurança interior, Shin Bet.

O Shin Bet publicou os nomes de sete palestinos acusados de ter organizado e perpetrado o ataque de 29 de junho em Cisjordânia, no qual Malachi Rosenfeld morreu e outras pessoas ficaram feridas.

Quatro suspeitos estão detidos pelo caso. 

Outro, Ahmad Najar, militante do Hamas libertado com outros em 2011 em troca soldado israelense sequestrado Gilad Shalit, ainda está na Jordânia. Ele é acusado de ter planejado e financiado o ataque deste país, segundo o comunicado.

Os últimos suspeitos, entre eles o que fez o disparo fatal, Maath Hamad, foram detidos pela autoridade palestina, segundo o Shin Bet.

Rosenfeld, de 25 anos, morreu quando voltava de um jogo de basquete na colônia de Koshav Hashahar, onde vivia.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião