Pensar na morte da bezerra De onde vem a expressão, Pensar na morte da bezerra ?

Às vezes passamos mesmo os dias a pensar na morte da bezerra. Alheados, pensativos, concentrados em nós próprios sem ligar ao que se passa à nossa volta. 

A expressão surge associada a um ritual judaico: sacrificar um bezerro pela imolação, e está relacionada com a história de Absalão, filho de David, que sacrificou uma bezerra, em vez de um bezerro. O animal era do filho mais novo de Absalão, e este, desolado, passou o tempo sentado, imóvel e pensativo, ao lado do altar do sacrifício. 

A pensar na morte da bezerra. De acordo com a história, o jovem morreu pouco tempo depois. Há ainda outra versão que coloca a origem da expressão na necessidade de os judeus terem de abjurar a sua fé, ficando impedidos de a praticar e podendo apenas meditar nos ensinamentos do livro sagrado do judaísmo, a Tora. Por corruptela, o povo dizia "toura". Os judeus meditariam, então, na morte da "toura". Com o tempo, essa palavra acabou por ser substituída pelo sinônimo: bezerra.
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião