Coisas Judaicas : Para governar é necessário compreender e guiar cada um dos governados
[ ]
Latest News Updates
Para governar é necessário compreender e guiar cada um dos governados
10/07/15 Posted by Coisas Judaicas

Para governar é necessário compreender e guiar cada um dos governados

Parashat Pinchas

Rabino Eliahu Birnbaum

A sucessão de Moshe na liderança de Israel é o tema central desta Parashá. Moshe sabe que morrerá e reza a D’us para que escolha um bom líder para guiar o povo quando ele não esteja mais.

“Então falou Moisés ao Senhor, dizendo: O Senhor, D’us dos espíritos de toda a carne, ponha um homem sobre esta congregação, Que saia diante deles, e que entre diante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar; para que a congregação do Senhor não seja como ovelhas que não têm pastor.”

Moshe não se preocupa por ele mesmo e sim, pelo povo. Se angustia com a possibilidade de que o povo se encontre sem um líder que lhes possa guiar.

Moshe conhece o povo, lhes serviu como um líder por quarenta anos. Neste momento roga a D’us que escolha, quando ainda esteja vivo, uma pessoa para sucedê-lo nesta dfícil missão.

Moshe quer participar da eleição do novo líder, quer assegurar-se que seja alguém que entenda as necessidade do povo. Ele deseja poder instruir este sucessor e treiná-lo para que, assim, possa adquirir a convicção de que todo o esforço que foi investido durante tantos anos não tenha sido em vão e não se perca pela falta de alguém que continue este trabalho.

Moshe especifica as qualidades que seu sucessor deve possuir. Antes de tudo deve ser “um homem sobre a congregação”, que atenda e entenda as necessidades do povo. Deve ser um homem sensível as expressões e ao que acontece com as pessoas. Deve ser sincero e possuir uma profunda vontade em ajudar ao próximo, a qualquer momento.

“Um homem que possa orientar e dirigir o povo, de acordo com suas necessidades”. Aquele que suceder Moshe na liderança do povo deve possuir uma linha e objetivos claros, porém deve também levar em consideração e saber canalizar as necessidades e inquietudes daqueles que são liderados.

Rashi em sua análise, indica que a pessoa que Moshe está buscando deve ser capaz de demonstrar sensibilidade com cada indivíduo. “D’us Você conhece o caráter de cada pessoa e Sabe que um não é igual ao outro. Escolha um pastor que saiba compreender e conceder a cada um deles de maneira individual”. Assim revela Moshe seu desejo, sentindo, por experiência própria, que um lider somente terá sucesso com o coletivo se souber alcançar cada indivíduo separadamente.

Moshe também exige para a congregação um homem “que saia diante deles, e que entre diante deles, e que os faça sair, e que os faça entrar”, em outras palavras, que seja um dirigente que acompanhe seu povo, “saindo e entrando com eles”. Não um dirigente como aqueles que os outros povos possuem, que enviam seus exércitos as guerras enquanto permanece no conforto de seus palácios. No povo de Israel, o rei, ou aquele que ocupa o papel de líder, sai a guerra encabeçando seu exército. Mesmo hoje, ao sair para o campo de batalha, os oficias do exército de Israel dizem “Acharai” (atrás de mim), e saem, com o oficial encabeçando o batalhão.

Contudo não se trata somente de “conduzir-los”, e sim, também, de trazê-los. Levar um povo a guerra é relativamente fácil. Aonde a maioria fracassa é em trazer o povo de volta a sua vida normal, tanto física como psicológica e, com certeza, espiritual.

O homem que Moshe busca como sucessor deve ser o protótipo do líder autêntico, realmente comprometido com a sorte daqueles que depositam nele, seus destinos. Deve ser, sempre, consciente dos objetivos dos quais deve dirigir e capaz de projetar e se responsabilizar pelas consequências de cada empreendimento que pretenda envolver sua comunidade.

Retirado do livro “La Tora no Esta en El Cielo”

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics