Coisas Judaicas : O dever de ensinar aos nossos filhos
[ ]
Latest News Updates
O dever de ensinar aos nossos filhos
27/07/15 Posted by Coisas Judaicas

Coisas JudaicasO dever de ensinar aos nossos filhos
 
Por Yosef Y. Jacobson
 
Likrat Shabat on line - Uma publicação da Yeshivá Tomchei Tmimim Lubavitch
Parashat Vaetchanan fala sobre a mitsvá (mandamento) de estudar Torá, e contém o versículo: "E as ensinarás (as palavras da Torá) a teus filhos, e falará sobre elas..."

Em geral, a mitsvá de estudar Torá é composta de dois mandamentos distintos: a obrigação que cada pessoa tem de estudar Torá, e a obrigação de ensinar Torá a outros, especialmente os próprios filhos.

Embora pareça lógico que a mitsvá do próprio estudo tenha precedência sobre ensinar aos outros, vemos que o oposto é verdadeiro. Tanto as obras de Maimônides quanto o Código de Lei Judaica principiam o capítulo das leis que abrangem o estudo da Torá com a obrigação que cada pai ou mãe tem de ensinar aos próprios filhos. Por quê? E, além disso, como alguém pode ensinar a outros antes de saber bem a matéria?

Da ênfase sobre o ensino dos filhos aprendemos qual a abordagem correta no início de nosso estudo de Torá. Para entender isso, analisemos a diferença entre o estudo da Torá e o cumprimento das mitsvot.

Quando um judeu cumpre uma mitsvá, provoca uma mudança no mundo material, elevando e santificando os objetos físicos que utiliza no cumprimento da mitsvá. De modo que a realização prática da mitsvá é mais importante que as intenções da pessoa que a cumpre, pois a própria ação traz iluminação ao mundo.

O estudo da Torá, por outro lado, serve para refinar e elevar o indivíduo. Quando um judeu estuda Torá, seu intelecto une-se à sabedoria Divina contida nela e faz com que se torne uma pessoa Divina, cujos pensamentos são santos. A essência do estudo da Torá é, portanto, a humildade e a auto-anulação que a pessoa tem de sentir antes mesmo de começar a estudar. Para estudar Torá da maneira certa, é preciso ter um desejo sincero de entender a sabedoria de D'us, sem motivos egoístas.

Antes de um judeu estudar Torá deve subjugar seu próprio ego e perguntar: "O que a própria Torá quer de mim?" Sem esse pré-requisito, dizem nossos Sábios, o estudo da Torá pode até ser prejudicial e tornar-se uma "droga venenosa".

Salientar o dever de ensinar a nossos filhos antes mesmo que nós próprios estudemos enfatiza que nosso objetivo não é apenas, adquirir conhecimentos, pois a mente de uma criancinha não pode chegar a alcançar a grandeza do que estuda. Nosso objetivo é seguir o exemplo da pureza e da inocência da criança quando estuda as palavras escritas por D'us. Precisamos abordar a Torá do mesmo jeito, sem tentar "adaptar" o que estudamos a nossa visão de mundo. Todos nós, independente da idade, somos como crianças para nosso Pai Celestial. Adaptado das obras do Rebe de Lubavitch.

(Traduzido de "L'Chaim Weekly", www.lchaimweekly.org)



Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics