Israel homenageia mortos na Operação Margem Protetora
Presidente de Israel participa de cerimônia em memória aos soldados mortos na Operação Margem Protetora em Gaza

Na segunda-feira, 6/7, o estado de Israel celebrou o primeiro aniversário da operação Margem Protetora contra o Hamas, organização terrorista em Gaza. O evento foi marcado pela cerimônia memorial aos soldados e civis mortos pelo conflito armado. A cerimônia foi realizada no cemitério militar Monte Herzl em Jerusalém e contou com a presença do presidente Reuven Rivlin e do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

O primeiro-ministro Netanyahu destacou em sua fala que o Hamas sofreu o ataque mais grave já vivenciado desde que foi criado. "E aos nossos inimigos eu digo: Hamas, Hezbollah, Iran e até ISIS - se vocês tentarem ferir Israel, haverá derramamento de sangue." O presidente Rivlin também falou sobre a operação Margem Protetora. "Essa foi uma operação moral. Apenas uma operação de um estado soberano para proteger seus cidadãos".

"Nas semanas em que a operação foi conduzida, a cada dia dezenas de foguetes foram lançados contra os moradores do Sul, e cidades da linha de frente. Crianças, mulheres, idosos e homens foram subjugados a estados de choque e ameaças de morte. Túneis do terror escavados por baixo de creches e cafés, em áreas claramente civis, com o objetivo de assassinar pessoas que simplesmente procuravam semear seus campos, plantar um pomar, e construir uma casa", lembrou Rivlin.

Um ano após o encerramento da operação Margem Protetora, a região sul de Israel vem enfrentando novamente lançamento de foguetes contra civis e cidades. Com relatos vindos de Gaza sobre os túneis do terror sendo reconstruídos, e pouca ou nenhuma pressão internacional sobre o Hamas e os palestinos, um futuro agravamento é uma realidade próxima.

Fonte: Agência Tazpit / Texto: Michael Zeff / Tradução: Otton Leal / Crédito da foto: Flash 90
Coisas Judaicas

Coisas Judaicas

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Deixe seu comentário:

0 comments:

Deixe sua opinião