Coisas Judaicas : O que é uma mezuzá?
[ ]
Latest News Updates
O que é uma mezuzá?
18/06/15 Posted by Coisas Judaicas

O que é uma mezuzá?
 Mezuzá: nosso dispositivo de segurança máxima

(Adaptado de várias fontes por Rabino Avraham Tsvi Beuthner) 

Como todo proprietário de casa sabe, não são aqueles aparelhinhos com luzes piscando que protegem a sua casa. É a delegacia de polícia. Você precisa apenas garantir que aqueles aparelhinhos estejam conectados com a delegacia.
Uma mezuzá no batente da porta de casa funciona da mesma forma – só funciona se estiver conectada diretamente com o Supremo Protetor de todo o universo.

Na verdade, é assim que funciona toda mitsvá – tefilin, velas de Shabat, estudo de Torá, tsedacá. São conexões eficientes colocando você on-line com o Infinito Provedor de Tudo.

As mezuzot, porém, possuem uma qualidade especial: conectam diretamente com a função Divina de proteção. Como ensinaram os Sábios do Talmud, coloque uma mezuzá no batente de sua porta e você está protegido em casa e fora dela. Este "serviço" nenhuma empresa de segurança pode lhe oferecer...

O que é uma mezuzá?

A Mezuzá é uma porção da Sagrada Torá escrita à mão por um sofer (escriba religioso) da mesma forma que uma Torá (em hebraico, obviamente) num pergaminho de couro. Neste sagrado rolo de pergaminho estão inscritas duas passagens da Torá. "Shemá Yisrael" e "Vehayá" (Deut. 6:4-9 e 11:13-21). São palavras que todo judeu recita toda manhã e à noite: a declaração essencial e básica daquilo que significa ser judeu, ou seja, sentir e lembrar sempre que D'us é um e Ele é tudo.
O que é uma mezuzá?No verso do pergaminho estão escritas as letras hebraicas Shin, Dalet e Yud. Isto é um acróstico das palavras hebráicas Shomer Dlatot Israel, que significam "Guardião das casas de Israel".

Como uma mezuzá funciona?

1 – O rolo da mezuzá é enrolado da esquerda para a direita e colocado com o lado direito para cima num estojo protetor.

2 – Antes de afixar a Mezuzá ao umbral da porta, a seguinte bênção deve ser recitada: Barúch Atá Ad*-nai El*-heinu Melech Haolám, Ashér Kideshanu Bemitsvotáv Vetsivanu Likbóa Mezuzá. [*=o] (Bendito és Tu, Senhor, Nosso D`us, Rei do Universo, que nos santificou com seus mandamentos, enos ordenou a afixar a Mezuzá). Se mais de uma Mezuzá for afixada ao mesmo tempo, uma só bênção é suficiente. A mezuzá então é afixada com pregos ou fita adesiva dupla-face. A mezuzá atrai, conecta e preenche o recinto com energia Divina, colocando todos os habitantes da casa sob proteção.

Onde se coloca a mezuzá?

Posicionar corretamente a mezuzá pode ser um pouco complicado. Aqui estão as regras básicas:

1 – Uma mezuzá é colocada na parte interna de cada batente em sua casa e local de trabalho (exceto no banheiro).

2 – É afixada no batente direito – ou seja, no lado direito da pessoa que entra no aposento.

3 – É colocada no terço superior do batente. Se o batente é muito alto, a mezuzá é colocada na altura do ombro.

4 – É posicionada na diagonal, com o topo apontando para dentro.

5 – A mezuzá deve estar a cerca de 8 cm da beirada externa do batente. Em outras palavras, se o batente passa através de uma parede muito grossa, a mezuzá não deve ficar centralizada na largura do batente, mas colocada mais perto da parte externa.
Minha mezuzá está na porta há anos ("foi uma pessoa muito religiosa que a colocou ai´...." ou "um parente trouxe direto de Israel!...") — o que poderia estar errado?
Como dissemos, é preciso certificar-se de que seu dispositivo de segurança Divina esteja devidamente conectado. Aqui estão alguns detalhes a serem observados:

1 – Aquele estojo sobre seu batente pode estar vazio. Contrário à crença popular, um estojo vazio não é uma mezuzá.

2 – Talvez não esteja vazio, mas se o rolo for uma fotocópia, não é uma mezuzá.

3 – Talvez tenha sido escrita à mão por um escriba, mas um não muito cuidadoso. Talvez estejam faltando palavras ou letras, ou talvez alguma esteja escrita de maneira incorreta. Infelizmente, este é um caso bastante comum que ocorre com muitas mezuzot atualmente.

4 – Talvez tenha sido escrita por um escriba perfeccionista, ultra-religioso, mas enrolado de forma errada, ou colocada de cabeça para baixo.

5 – Talvez tudo tenha sido feito corretamente, mas desde então a umidade ou secura tenham prejudicado o rolo. Tudo isso explica porque as mezuzot devem ser conferidas por um escriba especializado (sofer stam) quando compradas, e depois, no mínimo, duas vezes a cada sete anos. Preferencialmente, todo ano antes de Rosh Hashaná ou próximo.

Fonte www.beitlubavitch.org.br

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics