Coisas Judaicas : Brigada de Antiguidades Israelense impede atuação de pretensos Tomb Raiders
[ ]
Latest News Updates
Brigada de Antiguidades Israelense impede atuação de pretensos Tomb Raiders
14/05/15 Posted by Coisas Judaicas

Brigada de Antiguidades Israelense impede atuação de pretensos Tomb RaidersBrigada de Antiguidades Israelense impede atuação de pretensos ‘Tomb Raiders’ em catacumba romana antiga
Em uma dramática operação de emboscada, funcionários da Autoridade de Antiguidades de Israel (IAA) pegaram em flagrante dois supostos ladrões de túmulos enquanto tentavam furtar um antigo local de sepultamento do período romano, na atual Galiléia.
Funcionários da IAA, força-tarefa anti-roubo, apreendeu os dois momentos antes que eles violassem a câmara de sepultamento, no domingo, 10/5. "Conseguimos evitar profanação grave e danos irreversíveis para uma catacumba bonita e importante", disse Nir Distelfeld, chefe da força-tarefa à Agência de Notícias Tazpit .
A câmara funerária, chamada de Arcosolium, fazia parte de um conjunto maior de catacumbas subterrâneas localizadas em um local de preservação de ruínas romanas e bizantinas antigas na Alta Galiléia. Os suspeitos conseguiram cavar seu caminho para dentro da caverna principal, mas foram impedidos por membros da força-tarefa antes que eles conseguissem danificar ou roubar quaisquer antiguidades.
“No sábado eu recebi um relatório de atividade estranha nas proximidades do local”, contou Distelfeld ao repórter da Tazpit. “Após a inspeção, cheguei à conclusão de que as marcas nas proximidades da caverna eram compatíveis com adulteração humana, e claramente não era o trabalho dos nossos arqueólogos. Recorremos à polícia das fronteiras israelenses para ajudar na nossa operação, montamos uma emboscada e conseguimos pegar os dois ladrões de túmulos no ato”, disse Distelfeld.
A Autoridade de Antiguidades de Israel acredita que as catacumbas que tinham permanecido sem violação durante mais de 1.800 anos, pertenciam a uma seita cristã primitiva, de acordo com as marcações de parede na caverna principal. “A nossa preocupação não é apenas sobre a perda potencial de artefatos raros e de valor inestimável, mas também sobre a destruição irreparável de arte antiga, arquitetura e história, que sempre é causada por ladrões de túmulos em seu caminho para o seu ‘tesouro’”, acrescentou Distelfeld.
Os primeiros cristãos enterravam seus mortos em um Arcosolium (nicho mortuário arqueado), selando-os no túmulo junto com jóias, artefatos, pergaminhos e diversos pertences pessoais. Locais de sepultamento não violados são raros, portanto é fundamental retirar ladrões de sepulturas, que descartam ou destroem qualquer item que não parecem ter valor monetário.



Fonte: Tazpit Brasil
Texto: Michael Zeff / Tradução: Alessandra Franco

Coisas Judaicas

Agradecemos por sua visita! Se você gostou, use um dos botões acima e compartilhe!

Nenhum comentário:

Leave a Reply

Deixe sua opinião

Real Time Web Analytics